Terça-feira, 5 de Janeiro de 2010

Capitulo 14 – (P.V. Ângela & Sara + P.V. Kellan & Robert [Especial & Traduzido])

 

P.V. Ângela
 
Cansados de interrupções por ambas as partes decidimos ir ver um filme os 4. O Kellan e a Sara deitaram-se na cama e eu e o Robert sentámo-nos no sofá (super envergonhados) com uma mantinha por cima...
"American Pie 2" foi o filme que decidimos ver… Quando começou, Rob pegou-me na mão e puxou-me para o seu lado, encostando a minha cabeça ao seu peito. Tapadinhos com a manta até ao pescoço.
Olhei para trás disfarçadamente numa das cenas mais picantes do filme (logo ao inicio) e, como já era de esperar, o Kellan e a minha cunhadinha estavam aos "amassos", virei-me rapidamente para a frente quando Kellan reparou.
          - “Hey! You don't have nothing to entertain you Angela?!” - (Ei não tens com que te entreter Ângela?!) - Zumbou-me.
          - " Sem comentários... " - Pensei
Rob, como que percebendo a indirecta do Kellan (graças a deus), colocou a mão na minha perna, subindo lentamente até á minha coxa, olhando-me para testar a minha reacção. Fingi que nem reparei, mas na verdade um enorme desejo “tomava-me”… (Ver um filmes “daqueles” com um ‘grosso’ “daqueles” não era fácil, acreditem.)
Mordi o lábio inferior e olhei para ele de lado… Ele continuou a subir a mão até chegar ao cordão das calças de fato treino. Desfez o nó. Continuava a olhar para mim, e eu continuava a fingir (ainda que mal) a minha indiferença.
Ele meteu sorrateiramente a sua mão dentro das minhas calças e eu olhei para ele com cara de: "WTF”?"... Ele sorriu.
          -“You should look at the movie.” (Devias olhar para o flme)- Sussurrei...
          - “I can't.” (Não consigo). “If i look at the movie i lose control.” (Se olhar para o filme perco o controle) - Confessou baixinho junto do meu ouvido.
          -"Pois também eu!!" - Pensei indignada - "Alguém tem que se controlar"- Ouvi um pequeno gemido abafado - "E não são aqueles dois de certeza...".
A parte mais picante passou e o filme continuou com as (tão utilizadas) piadinhas. O sono veio e deixei-me estar encostada a Rob onde adormeci (feliz como nunca).
 
P.V. Kellan (Especial & Traduzido)
 
Beijei Sara pela última vez antes de adormecer encostada a mim. Vê-la dormir causara-me uma sensação estranha.
Eu sei que tudo aquilo era uma irresponsabilidade... eu mal a conhecia e ela já estava em minha casa... já tínhamos tido momentos íntimos e até nº de telemóvel trocamos, mas algo me dizia que era ela quando a vi espalhar-se à saída da limusina.
          - “Mas que raio! Algo me dizia que era ela" - Reflecti sobre o que havia pensado. – “Isto não era normal em mim. Nunca trazia ninguém cá para casa exceptuando as que trazia com intenções de passar uma "boa noite"... Mas com Sara não estava a ser assim... não tinha tido sexo com ela e não estava desinteressado por não ter acontecido... E nem sequer estou bêbado enquanto digo isto! Wouu!”- pensei.
Olhei para Rob. Este olhava para Ângela (que também já adormecera) com um brilho no olhar, fazendo-lhe festas no cabelo.
          - "Que gay" – pensei, porém não cheguei a verbalizar pois conclui que olhara da mesma forma para Sara à minutos atrás.
          - Hey Rob. - Chamei baixinho
          - Sim...?! – Perguntou-me.
          - Não queres ir dormir para o quarto ao lado? Aí no sofá não deve ser muito confortável, leva a Ângela também...- Propus preocupado com o seu bem-estar... (Ok, também foi porque se Sara acordasse entretanto pudéssemos estar mais a vontade.)
          -Sim é melhor... - Aceitou pegando cuidadosamente em Ângela e levando-a para fora do quarto. -Até amanha, façam pouco barulho durante a noite! – Pediu-me fechando a porta do quarto e piscando-me o olho.
          -Cala-te perverso... isso digo-te eu a ti! - Reclamei
Rob fechou a porta e desliguei a T.V. aconchegando-me a Sara. Senti o seu perfume e sorri.
          - "Mesmo à maricas" - Pensei para mim, envergonhado comigo mesmo.
 
P.V. Robert (Especial & Traduzido)
 
Pousei-a cuidadosamente na cama, tal como a levantei do sofá. Abri a cama e deitei-a dentro dela, aconchegando-a para que ficasse quente naquele quarto gelado. Dei-lhe um suave beijo nos lábios e dirigi-me à varanda do quarto para fumar.
E ali estava eu na varanda: a fumar e a pensar na Ângela. Ela era tão frágil, tão menina, mas ao mesmo tempo tão sensual, misteriosa. Espreitei para dentro, e vi que ela se encolhera com frio. Instintivamente apaguei o cigarro e voltei para o quarto. Despi-me ficando apenas de boxers e deitei-me ao lado da Ângela agarrando-a para que não tivesse frio.
Ela estremeceu ao sentir o meu corpo junto ao dela, talvez fosse da diferença de temperatura. Dei-lhe um beijo na bochecha e fechei os olhos tentando adormecer...
          - “Impossível! Impossível adormecer!” – Cheguei à conclusão pouco tempo depois de várias tentativas… A minha cabeça estava cheia de perguntas e de sentimentos estranhos que me tiravam o sono e além disso a rapariga com quem dormia abraçado estava irrequieta.
Olhei para o relógio: 03.10 h … 03.20 h … 03.30 h … E nada! Continuava sem pregar olho.
Desistindo da tentativa (frustrante) de adormecer, pus-me a contemplar a rapariga que tinha nos meus braços… Sabia tão pouco dela, e afinal de contas já tinha partilhado momentos com ela que havia partilhado com muito poucas. Corpo de mulher e cara de menina… Que idade tem ela afinal?! Aparenta ter mais ou menos a idade da Sara… Voltei a levantar-me (e a aconchegá-la) e desci à cozinha onde bebi uma cerveja e fumei mais uns quantos cigarros, até me vir o sono.
  
P.V. Sara
 
         -“Hey, babe! Good morning...”- Ouvi kellan a sussurrar no meu ouvido...
-"Humm, isto sim, é musica para os meus ouvidos" - pensei - "Mas que bela maneira de começar o dia".
Abri lentamente os olhos e olhei para os seus... : Azuis, LINDOS!
          -“Hi... Good morning K...”- Saudei-o sorrindo.
Ele deu-me um beijo leve.
          -“Get up Sarocas...” (Levanta-te Sarocas) “I prepare your breakfast” (Preparei o teu pequeno-almoço) - Disse-me, trazendo o tabuleiro para a cama cheio de coisas boas...
          - “Oh, so sweet! Thank you... I'm really greedy...” (Oh, tão querido! Obrigada...Eu sou tão gulosa...) - Disse puxando-o para lhe dar um kiss de agradecimento. -Come here and eat with me... (Anda cá e come comigo...) - Fiz questão.
          - “I have to accept, I’m greedy too.” (Vou ter que aceitar, também sou muito guloso) - Disse sentando-se ao meu lado.
Havia cereais, morangos, (hum), cerejas, (humm), chantilly (Hummm)... Montes de coisas boas que me faziam babar só de pensar em partilhá-las com o Kellan...
Ele pegou numa cereja e molhou-a no chocolate quente.
          -“You want?” (Queres?) - Perguntou-me pegando na cereja coberta de chocolate.
Abri a boca em sinal de aprovação e ele chegou lentamente a cereja aos meus lábios, sujando-os de chocolate, e em seguida, beijou-me, sujando-se de chocolate também.
          -“I want the cherry, not your lips...” (Eu quero a cereja, não os teus lábios) – Provoquei-o.
          -“Oh yeah? So come and get it!” (Ai Sim? Então vem buscá-la) - Provocou-me também e colocou a cereja na sua boca.
          -“I don't have any problem in rescue back the cherry!” (Não tenho qualquer problema em regatar a cereja de volta) - Alertei-o
          -“So do it!” (Eu fá-lo) - Desafiou-me (como se fosse um sacrifício).
Aproximava-me dos seus lábios quando...
          -Cunhadinha!!! Não foi um sonho!! – Interrompeu-nos Ângela abrindo a porta histericamente...
          -Eu seeeeeiii! Não é o máximo?! - Berrei, não me conseguindo controlar. Quem não ficou muito contente foi o Kellan, mas que se lixe... (hum, não é bem assim)... Saltei da cama e fui abraçar Ângela, esquecendo-me que estava em roupa interior.
          -Como foi a tua noite? Quero saber tudo... - Disse-lhe ao ouvido enquanto a abraçava.
Ela piscou-me o olho ao mesmo tempo que Kellan me pousou o roupão dele sobre os ombros. Agradeci e vesti-o.
Entretanto apareceu Rob que pegou na Ângela e lhe deu alto beijo.
A Campainha tocou e Kellan desceu (em boxers) para abrir a porta.
Okay, confesso não resisti em esperar que ele subisse e espreitei (sorrateiramente) pelas escadas enquanto era zumbada pelo Robert e pela Ângela (que dois. Peguei no tabuleiro com a comida que Kellan me trouxera (assim sempre tinha alguma desculpa para ir lá baixo) e desci um degrau, e mais outro, e mais outro... quando dei por mim estava no fundo das escadas, com uma “vista” perfeita : traseiro do Kellan. Porém essa P-E-R-F-E-I-Ç-Ã-O foi "estragada" quando umas mãos de mulher agarraram o meu "santuário", saltando-lhe para cima à força toda e beijando-o. Vi-lhe a cara... Deixei cair o tabuleiro das mãos. Não porque tropecei, não porque estava muito pesado, não porque me desequilibrei, mas sim porque vi Kellan e Anna(porca)lynne Mccord aos beijos.
Olharam para mim quando o tabuleiro se partiu ao cair das escadas, espalhando a comida por todo o lado.
As lágrimas começaram a cair... era inevitável.
          - "Como é que ele foi capaz?!" - era o meu único pensamento.
Os soluços embargaram-me a voz e dei por mim sentada nas escadas.
Não conseguia olhar para ele... Muito menos para a..Rggg...(Nem o nome dela conseguia dizer!!).
Ali estava eu: sentada nas escadas, junto das cerejas, dos morangos, do chocolate derramado.
          - "Não, esta cena não era a minha... Eu nunca faria estas figuras! NUNCA ! Ou eu não me chamava eu Sara Lucas!" Levantei-me decididamente de cabeça erguida e nariz empinado "Deus os faça felizes e lhes dê poucos filhos, que o pão está caro." pensei olhando para os dois controlando-me para não soluçar.
Kellan veio ter comigo com mil explicações... Dizendo que ele não tinha tido nada a ver com isto... (Pois, claro...E eu sou o Pai Natal)...Que ela é que o tinha beijado...(Hello?! Eu estava aqui quando isso aconteceu!!)...Que já não queria nada com ela... (Eh pah que vá enganar outra! Se não quisesse não tinhas correspondido ao beijo!)
– Pensava mas não conseguia dize-lo. Estava demasiado furiosa, porem mantinha-me quieta, fazia-me de forte.
A "outra" continuava em frente à porta, a mastigar uma pastilha de boca aberta, o que me irritava profundamente. Fulminei-a com o olhar enquanto Kellan tentava desculpar-se.
          - "Come on babe, I had nothing to do with this ... believe me" (Vá lá babe, eu não tive nada a ver com isto... acredita em mim) - Suplicava-me o Kellan.
          -“Let her Lutz. She's just a baby... You deserve better than that.” (Deixa-a Lutz. Ela é apenas uma criancinha... Tu mereces melhor que isso.) - Disse a "RGGG" piscando o olho a Kellan.
Acabou de dizer estas palavras e saltei-lhe para cima como um Ninja tombando-a!
          -“BITCH!!!! Who's the baby?? Repeat!!” (CABRA!!!! Quem é a criancinha?? Repete!!) - Disse furiosa em cima dela (Não me queiram ver chateada)...
          -“IS YOU!!” (ÈS TU!!)- Gritou ela puxando-me os cabelos. (Porém não teve muita sorte, pois uso máscara Anti-queda)
Também me agarrei aos dela e com toda a minha força “espetei-lhe” um soco no olho. Ela queixou-se mas continuou a dar luta e começámos a rebolar pelo chão à pancada, até Kellan me conseguir pegar pela cintura e me tirar dali, levando-me para a casa de banho. Ouvi Rob e Ângela a descerem as escadas. Ângela foi ter comigo ao W.C. e, percebendo o que se passava, voltou a sala, pegou  no frasco de chantilly que encontrou no chão e começou a despejar no cabelo da Annalynne. Esta, vendo que estava a ser humilhada em frente ao Rob saiu de casa a correr, prometendo que voltava para se vingar. Mas logo a Ângela tratou dessa ameaça atirando-lhe com o frasco de chantilly, fazendo-a tropeçar no meio do passeio.
Para se juntar à “festa”, apareceram os paparazzis que começaram a fotografar Annalynne de olho maçado e de cabelos em pé cobertos de chantilly. Esta, não estava para brincadeiras e tentou atropelá-los. Fechámos a porta.
Porém e apesar de tudo parecer uma comédia, eu continuava na W.C. a chorar...
          - "O Kellan beijou-a! " - pensava (teimosamente) enquanto tirava o roupão dele (em sinal de nojo)
          - " Sabe-se lá se a Cabralynne já o usou... " - E dito isto soltei um urro de raiva e atirei com o roupão que embateu no Kellan.
Publicado por SarAngela às 23:19
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
|
5 Comentários:
De Andreia a 6 de Janeiro de 2010 às 00:07
Esta história é cómica, dramática, emocionante, e extremamente viciante...

PARABÉNS



Continuem!!!

Beijos
De Rakel a 6 de Janeiro de 2010 às 00:21
Ahhh, quero mais, definitivamente!! isto está lindo xD
De Priscila a 6 de Janeiro de 2010 às 01:43
a historia esta simplesmente fantastica, nem tenho palavras! grande imaginaçao ;)
De Nylsa a 6 de Janeiro de 2010 às 19:14
Ahah! Ola' Ângela, "norinha" ;*
Esta fantastico este capitulo :)
Adoro a historia.. Estão de Parabens! Que imaginaçao :P
Oh o Rob é um maroto, Ângela z)
E o Kell :S Nao devia ter correspondido ao beijo da outra -.-'
Mas tenho a certeza de que tudo se vai resolver :D

QUERO MAISS! :P

Beijinhos, Nylsa!
De Anna Sonhadora M. a 6 de Janeiro de 2010 às 20:46
Ola...
Tá muito bom...
Continuem

Espero pelo próximo capitulo!!!
beijocas
Anna (esme)

Comentar Post

- About Us


- Ver Perfil

- Adicionar como Amigo

. 11 seguidores

- Find

- Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

- Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

- Posts Recentes

- Surpresa!

- Capitulo 39 – (P.V. Sara ...

- Capitulo 38 – [P.V. Ângel...

- Capitulo 37 - (P.V. Kella...

- Capitulo 36 – (P.V. Kella...

- Capitulo 35 - (P.V. Kella...

- Capitulo 34 – (P.V. Kella...

- Capitulo 33 - (P.V. Rober...

- Capitulo 32 – P.V. Kellan...

- Capitulo 31 - (P.V. Sara ...

- Arquivos

- Abril 2010

- Março 2010

- Fevereiro 2010

- Janeiro 2010

- Dezembro 2009

- Views

online