Domingo, 17 de Janeiro de 2010

Capitulo 20 - (P.V. Ângela & P.V. Sara)

 

P.V. Ângela
 
O Sol começou a desaparecer, e com ele, a minha dor do pé também.
          - "Finalmente" - Pensei aliviada.
O Robert continuava a queixar-se a respeito daquela situação. Eu ainda não tinha raciocinado muito bem, (também com o Rob ao lado quem raciocina?) Pus-me a reflectir na situação em que estava para tentar perceber a razão de nervosismo do Rob.
Ponto da situação: Eu+Rob+sozinhos+perdidos numa praia deserta = a sonho da Ângela...
Ok, não conseguia perceber! Tudo o que eu conseguia ver era aspectos positivos! (E bem positivos)
Finalmente Rob parou com as suas lamúrias e veio juntar-se a mim, que estava sentada na areia à espera que ele tomasse alguma decisão...
          -"Hi" (Olá) - Proferi acanhadamente.
          -“So, it seems that we have to spend the night here.” (Então, parece que vamos ter que passar aqui a noite.)- Disse Rob já mais calmo...
          -“Yes...” (Sim...) “but, it’s soooo cold!!” (mas, está tantoooo frio!!) -Disse esfregando as mãos nos braços gelados...
          -“The cold it’s the less important! I heat you... The worst is the hunger...”(O frio é o menos importante! Eu aqueço-te... O pior é a fome...)- Queixou-se Robert.
          -“The hunger? Hum...” – Reflecti alto.
          -"Podes-me comer também" - Pensei depravadamente.
          -“You know how to fish?” (Hum... Tu sabes pescar?) – Perguntei.
          -“Fish ãh? Well, no, but I can try!” (Pescar ãh? Bem, não, mas posso tentar)- Disse com um sorriso angelical.
          -“Great! Then let's make a fire...” (Boa! Então vamos fazer uma fogueira...) - Sugeri entusiasmada.
          -“Ok, ok! We have to find some sticks! For the fire and for the fishing rod...” (Ok, ok! Vamos ter que procurar alguns paus! Para a fogueira e para a cana de pesca...) - Dito isto, ajudou-me a levantar e fomos então à procura de alguns paus pela zona...
O escuro não ajudava e como tal fartamo-nos de tropeçar e cair, porém aquilo era uma diversão e ambos riamos. Amontoámos os pauzinhos na praia e estivemos meia hora a tentar fazer fogo à maneira antiga, raspando a madeira numa pedra e, quando aquilo começou a deitar faíscas, o Rob lembrou-se que tinha um isqueiro. (Culpem-no a ele! eu tinha o pé picado...)
A fogueirita estava... bem... deitava calor! Isso era o importante!
De noite não podíamos pescar… E por isso decidimos ir à procura de caranguejos, o que também não foi boa ideia porque não vimos nenhum! Tivemos então a brilhante ideia de subir a uma palmeira para comer coco e beber a sua água.
          - “For the left, left...” (Para a esquerda, esquerda...) - Gritava em cima de Rob com um pau gigante na mão para tentar bater nos cocos...
          -“Ok babe, beat it hard!!” (Ok babe, dá-lhe com força) - Gritava Rob tentando manter o equilíbrio
          -1...2...3...PAHHH!- Falhei.
          -“Again Ângela... focus!!” (Outra vez Ângela...Concentra!!) - Encorajou-me
          -1......2..... and... PAHHH.... - Caiu um coco redondinho no chão!
          -WOUUU!! “One more babe!!” (Mais um babe!!) - Voltou a encorajar-me....
Peguei no pau com força, e voltei a contar.
          -1...2... And... PAHHH BOUMMM CRUSHH! - Caímos os 4 redondinhos no chão: Eu, o Rob, o pau, e mais um coco.
          -“I think that's enough...” (Penso que já chega…) - Disse saindo de cima do Rob.
          -“You think well...” (Pensas bem...) – Concordou exausto.
          - “Não sei como, mas nem o pau nem o coco caíram em cima de mim! Uffa... pelo menos isso!”
Próximo desafio?: Abrir os cocos sem partir ou torcer algum osso do nosso corpo. (Ia ser difícil)
Levantámo-nos (novamente) do chão e sentámo-nos ao pé da fogueira...
          - "Heat... so good!" (Calor... Tão bom!) - Comentei maravilhada com o calor que a fogueira emanava.
          -“Good are those coconut's, after we open it!” (Bons são estes cocos, depois de os abrirmos) - Dizia Robert enquanto olhava para os cocos e pensava numa maneira de os abrir.
          -“After YOU oppen it!!” (Depois de TU os abrires!) - Corrigi.
          -“Why? You don't have the strength to do it?” (Porque? Tu não tens força para abri-los?) - perguntou apalpando-me o musculo do braço...
Não estando à espera daquele toque, dei uma cotovelada acertei num dos cocos, que começou a rebolar pela areia e foi ter á agua...
          - Ups! - Proferi envergonhada
          -"Okay aquilo nao fazia parte dos meus planos!" - Reflecti enquanto corava.
Robert levantou-se e ainda tentou correr atrás do nosso "tesouro"! Porem já foi tarde! O coco já se encontrava a boiar entre as ondas...
          -"What did you do!?" (O que fizeste?) - Perguntou-me furioso.
          -"I... hum... I... The fault was yours!" (Eu... hum... eu... A culpa foi tua!) - Acusei-o
          -“Mine?!?” (Minha?!?) - Perguntou levantando a voz.
          -“Yes!! You scared me with you touch!” (Sim!! Assustaste-me com o teu toque!)- Disse levantando também a voz...
Ele suspirou...
          -"That's ok! we still have one..." (Não faz mal! Nós ainda temos um...) - Disse, acalmando-se.
          -Yes! We have! (Sim, pois temos)- Confirmei acalmando-me também....
Olhámos os dois para o coco, como que instintivamente...
          -WTF ????!!!!- Gritou Rob quando viu um pequeno esquilo a roubar o coco.
Não resisti em dar uma gargalhada...
          -Ângela?? Get it!!” (Ângela?? Apanha-o!!)- Ordenou Robert.
O esquilo passou por mim a correr mas logo se escondeu na vegetação....
          -“Perfect!!” (Perfeito) -Disse irónica.
Robert não disse nada. Sentou-se ao pé da fogueira e fez-me sinal com a mão para me sentar a seu lado.
          -“I’m so sorry...” (Lamento imenso...) - Proferi enquanto me sentava ao seu lado junto à fogueira.
          -“Let it...” (Deixa lá...) “The fault wasn't all yours.” (A culpa não foi só tua.) - Reconfortou-me e deu-me um beijinho na testa encostando-me a ele.
          -“And now? I have hungry...” (E agora? Tenho fome...) - Queixei-me.
          -“Now we have to wait until tomorrow to eat honey.” (Agora vamos ter de esperar por amanhã para comer querida.) “Tomorrow morning I'll try to fish.” (Amanhã de manhã tentarei pescar.) - Prometeu (suspirando).
          -Okay. - Concordei.
          -"Nenhum "tipo" de fome não fazia parte do meu sonho!" - Reflecti indignada.
          -“Well, if we can't eat we have to find something else to do.” (Bem.. se não podemos comer teremos de arranjar algum entretenimento.) - Avisou-me com um sorriso perverso estampado no rosto.
          -"Okay é nestas alturas que o Rob me assusta..." - Reflecti (ainda que a custo) enquanto ele me distribuía beijos (bem docinhos) pelo meu pescoço e decote.
De repente o Robert parou de o fazer.
          -“Hey, you have cold?” ( Ei tens frio?) - Perguntou-me a rir ao reparar na minha pele arrepiada.
          -"Claro que não!" - Desejei poder responder.
          -“Yes...” (Sim...) - Menti.
          -"Já mais lhe iria dizer que estava arrepiada devido aos seus beijos!" - Reflecti envergonhada.
          -“Well, so come here...it’s warming…” (Bem então vem para aqui... está quentinho.) - Proferiu sentando-me no seu colo de frente para ele (enquanto se ria)
          - "Que novidade...”
          -“What's the joke?” (Qual é a graça?) - Interroguei envergonhada (e ofegante) enquanto ele continuava o seu "trabalho" (agora explorando também com as mãos as minhas costas).
          -“None.” (Nenhuma.) “Baby please relax!” (Querida por favor relaxa!) - Pediu-me contendo o riso e selando nos meus lábios um (profundo) beijo.
          -"Como isso fosse possível!" - Conclui, (pela ultima vez), negativamente.
Coloquei então as mãos no seu pescoço enquanto lhe beijava cada pedacinho do seu rosto (exceptuando a boca, que ficaria para o final). Senti o seu olhar "perder-se" no meu decote, onde outrora os lábios haviam estado, e as suas mãos "alisavam" as minhas costas. Coloquei também as minhas mãos dentro da sua t-shirt e comecei a "delinear" os seus abdominais perfeitos (ainda que pouco definidos) e os seus peitorais.
          - "Ai minha mãe que eu hoje morro!! Ele é tãããão perfeitinho!" - Pensava maravilhada.
Parou (novamente) e tomou o meu rosto beijando-me. Depois despiu a sua camisola e deitou-me na areia, junto da fogueira.
Não era uma cama com lençóis de seda, mas com o Rob não importava… Sentia-me confortável.
Puxou o decote da minha camisola para baixo e observou o meu sutiã.
          -“I love your bra...” (Gosto do teu sutiã) - Disse com um sorriso maroto.
Corei...
          -“Really ! Pink, with this little tie in brown... Sexy...” (A sério! Rosa, com este lacinho castanho...Sexy...) - Disse passando o dedo pelo sutiã.
          -“Thanks...” (Obrigada…)- Agradeci envergonhada.
          - “Unfortunately I’m gonna be forced to take it! (Infelizmente vou ser obrigado a tira-lo) - Disse irónico beijando as minhas mamocas...
          - “What!?” (Quê?!) - Dei uma gargalhada...- “You take it if I want...” (Tiras se eu deixar...).
          -“And you don't leave it, ãh?” (E tu não vais deixar, é?) - Sussurrou-me contra o peito.
           “-Humm... with only a condition!!” (Humm... Sò com uma condição!!)- Propus...
          -“What is it ?” (Qual?) - Perguntou sem descolar os seus lábios do meu corpo.
          -“Well, you have to... hum... make a strip for me!” (Bem, tu tens...hum...fazer um strip para mim!) - Disse-lhe ao que ele parou rapidamente de me beijar e me fitou com ar "espantado".
          -“I heard "strip?!?" (Ouvi "strip?!?") – Perguntou-me.
          -“Yes! You can't do that?” (Sim! não podes fazer?) - Confirmei
          -“Humm... So, let’s play that game... "Truth or Dare"! What you say?” (Humm, sendo assim vamos jogar aquele jogo... "Verdade ou Consequência"! Que dizes?) – Sugeriu.
       - I’m in!! (Alinho!!) - Aceitei...
          -"Isto ia aquecer..." – Reflecti agradada com a ideia.
 
P.V. Sara
 
          - "1...2...3...4...5...6...7...8...9...10... Sara respiraaa.... OMFK....Fecha a boca pelo menos, estás a fazer figura de idiota! 1...2...3...4... ok diz qualquer coisa...." - Repetia para mim mesma enquanto babava a olhar para ... ele!!
          - Cof.... cof...- Tossi com falta de ar.... – “Can you... Cof, Cof...Please... put your pants up...? Cof, cof”  - (Podias...Por favor...Por as calças para cima?) - Perguntei tentando controlar a respiração.
          - "Why?" (Porquê?) - Perguntou o Kellan tirando-as por completo e atirando-as para o canto mais longínquo da cozinha e aproximando-se de mim.
          -“You wanna kill me?” (Queres matar-me ?) - Perguntei tentando olhar para outro sitio...
          -“Me ? No! Why? I’m hot, I need to get some fresh air in here... (eu? Não! Porque? Eu estou quente, tenho que apanhar algum ar fresco aqui...) -Justificou-se
          -“Can you get some fresh air outside? Other way who gonna need fresh air it’s be me!” (Podes ir apanhar ar fresco lá para fora? Senão quem vai precisar de ar fresco vou ser eu) - Disse ainda desviando o olhar.
          -“Humm... I don't think so... I’m gonna stay here!” (Humm... Não me parece... Vou ficar aqui!) - Disse aproximando-se mais de mim.
Virei as costas...
          - "Ele tinha razão, aqueles tomates serviam perfeitamente para a tal receita..." - Reflectia pensando na imagem que teimava em ficar na minha cabeça...
          -“Lets continuous?” (Vamos continuar?) - Perguntou Kellan abraçando-me por trás. Dei um pulinho quando senti "algo" no meu rabiosque!!
          -“Yes... You have the tomatoes?” (Sim... Tens os tomates?) - Perguntei ignorando o seu corpo junto ao meu...
          -“Yes!” (Sim!) - Disse.
 Largou-me e esticou a mão até um armário cheio de legumes, tirou dois tomates e pousou-os nas minhas mãos.
         -“Those are goods?” (Esses são bons?) - Perguntou-me
          -“I don't know appreciate tomatoes!” (Não sei apreciar tomates)- Confessei....
Ele deu uma gargalhada...
          - "Porque tinha ele que levar as conversas para o taradismo?" – Pensei.
          -“Of course you know... I’m gonna teach you!!” (Claro que sabes... Vou-te ensinar) - Disse Kellan entusiasmado. – “You hold the tomato...” (Agarras no tomate...)
-Wait! stop!! (Espera! Pára!) - Interrompi. Fui buscar um avental e atirei-lhe... -Wear that! (Veste isso) - Ordenei
Ele revirou os olhos e fez o que lhe pedi...
          -“Now you can teach me!!” (Agora já me podes ensinar!!) - Disse-lhe
Ele riu-se e continuou...
          -“You hold the tomato and then you squeeze it...” (Pegas no tomate e depois apertas...) -Explicou exemplificando... – “If it's soft, then it's because he's mellow...” (Se estiver mole, então é porque está maduro...)
          -“Ok, let me try!” (Ok, deixa-me tentar) - Agarrei no outro tomate e apertei, porem foi com muita força e o tomate esborrachou na minha mão…
        -“Oh, shit!” (Oh merda!) - Gritei suja de tomate.
Kellan riu e eu não resisti em sujá-lo também.
Ele esborrachou também o outro tomate nas minhas costas e começámos os dois a “lutar”, feitos doidos, pela cozinha.
Parámos já cansados e olhamos um para o outro. Estávamos cheios de tomate, da cabeça aos pés.
          -“Omg, I think it’s better we take a shower…” (Omg, eu acho que é melhor nós tomarmos um duche.) - Disse-lhe.
          -“Yes, it’s better!” (Sim, é melhor!) – Concordou – “I show you the bathroom… Come with me.” (Eu mostro-te a casa de banho…Vem comigo.) – Agarrou-me na mão e entrámos numa divisão, bastante grande para uma cabana, tinha um banheira, e um duche.
          -“You can use the bath if you want…” (Podes usar a banheira se quiseres)
          -“I don’t need it, I use the shower…” (Não preciso. Uso o duche) – Disse-lhe – “The towels are there…” (As toalhas estão ali…) - Disse apontando para um armário de canto.
          -“Right!! Thanks” (Certo!! Obrigada) - Disse enquanto tirava o avental… Kellan ficou a olhar para mim junto à porta. Atirei-lhe com o avental cheio de molho de tomate e fiz-lhe sinal para se ir embora…
Virei costas e tirei a única peça de roupa que me sobrava, as cuequitas granditas…
Entrei dentro do chuveiro feliz da vida e abri a torneira…
          - “Humm relaxante…
A água caía quente, e eu pensava nos momentos com o Kellan…
Abri os olhos…
          -“AAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHH
Publicado por SarAngela às 21:48
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
|
5 Comentários:
De Andreia a 17 de Janeiro de 2010 às 22:43
BAAAAAHHHH quero mais !!!


Que lindo!

*-*

Beijo
De kellanlutzfa a 17 de Janeiro de 2010 às 22:49
Olá Andreia, era para dizer que já estamos a actualizar o post. Porque o p.v. da Sara está imcompleto... Agradecemos que leias novamente daqui a poucos minutinhos. Desculpa o erro. Beijinho
De SarAngela a 17 de Janeiro de 2010 às 22:57
POST ACTUALIZADO PESSOAL!!!
P.V. DA SARA COMPLETISSIMO.

:D

Boas Leituras,

SarAngela
De anniiicullen a 18 de Janeiro de 2010 às 18:54
OMG está lindo *.*
Eu amo, amo, amo a vossa fic :D
Quero maiiis xD
De Anna Sonhadora M. a 19 de Janeiro de 2010 às 18:58
MuitoO bom...
Ahaha...parti.me a rir!!


Espero pelo próximo capitilo!!

Beijocas
Anna (esme)

Comentar Post

- About Us


- Ver Perfil

- Adicionar como Amigo

. 11 seguidores

- Find

- Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

- Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

- Posts Recentes

- Surpresa!

- Capitulo 39 – (P.V. Sara ...

- Capitulo 38 – [P.V. Ângel...

- Capitulo 37 - (P.V. Kella...

- Capitulo 36 – (P.V. Kella...

- Capitulo 35 - (P.V. Kella...

- Capitulo 34 – (P.V. Kella...

- Capitulo 33 - (P.V. Rober...

- Capitulo 32 – P.V. Kellan...

- Capitulo 31 - (P.V. Sara ...

- Arquivos

- Abril 2010

- Março 2010

- Fevereiro 2010

- Janeiro 2010

- Dezembro 2009

- Views

online