Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2009

"Album de Viagem"

Olá Visitantes!

Após uma longa "discussão" (mentirinha), decidimos criar um "Album de Viagem". Neste "Album de Viagem" podes encontrar desde a roupa utilizada pelas "madames" até à suite das mesmas... O album será actualizado Capitulo a Capitulo (salvo raras excepções).

Podem consultar o Album aqui » http://pt.fotoalbum.eu/SarAngela/
Esperamos que estejam a gostar, muitas gargalhadas vos esperam ainda.
Continuação de uma boa leitura,

                                                   Administração do Blog - SarAngela

Publicado por SarAngela às 23:29
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos

Capitulo 9 - (P.V. Ângela)

 

Depois de muitos cabelos no chão, pó de arroz por todo o lado, e roupa espalhada, estávamos finalmente prontas para a festa.
Eu usava um vestido vermelho, curtinho, e uns sapatos super altos, pretos, lindos de morrer!
          - Uauuu!!- Exclamei boquiaberta ao olhar para ela. Usava também um “mini-vestido” mas em preto, com uns sapatos como os meus em preto também.
          -Que tal? - Perguntou Sara dando uma voltinha.
          -Linda! Então e eu? - Perguntei rodopiando também
          - Sexy! – Afirmou a Sara.
          - É essa a intenção! – Disse-lhe piscando o olho.
Ri-mos.
 - “And speaking in English, no!? I want to laugh too!”  (E falarem em inglês, não!? Eu também me quero rir!) - Disse-nos Lady Gaga indignada vinda do roupeiro atrás de nós.
Olhámos as duas para ela
          - “Óh my Robert! aquilo era um vestido” ?!” – Pensei chocada.
          - “So, what you think about my new dress ?” (Então, o que acham do meu novo vestido?) - Interrogou Lady imitando a nossa voltinha.
          -Dizes tu ou digo eu? Perguntou-me a Sara
          -Sinceramente, apetece-me dar uma voltinha naquele carrossel... – Confessei zumbando.
          - Ok cunhadinha, é melhor ser eu a dizer! – Concluiu rapidamente a Sara.
          - “Well Gaga... You dress, is..., hum...” (Bem Gaga... o teu vestido, é...,hum...) – Começou ela - Como se diz carrossel em inglês Ângela? - Perguntou-me Sara baixinho.
          - “Its that a Merry-Go-Round?” - Interrompeu Will entrando no quarto e apontando para Lady Gaga.
          -Aí tens a resposta! – Respondi a Sara rindo.
          - “Yes, its beautiful isn't?” (Sim, é bonito não é?) – Perguntou Lady empolgada, fazendo girar as "bandeirolas" do seu Carrossel-Vestido.
          - "Yes, its perfect, now let's go, its on time" (Sim, é perfeito, agora vamos, está na hora) - Disse Will empurrando-nos para fora do quarto.
Descemos rapidamente no elevador e entrámos dentro de uma grande "limusina" branca.
          -Podia-me habituar a isto...- Disse sentada no suave banco de pele com um copo de champanhe na mão. (Só para a figura claro)
          - Humm, também eu! - Concordou Sara com um enorme sorriso.
          - “Será possível estarmos dentro de uma limusina com duas estrelas de Hollywood a caminho de uma festa onde estarão os nossos ídolos?! Nada disto me parece real. Mas é!” – Reflecti radiante olhando para Sara que também o estava. – “ E sim! Histeria-Mental existe…”
A limusina parou numa rua calminha para Will sair... Ele não ia poder ir à festa pois não podia ser visto com Lady Gaga.
          - “Good-bye girls, was a pleasure to meet you.” (Adeus meninas, foi um prazer conhecer-vos) - Despediu-se Will saindo rapidamente.
A limusina arrancou novamente. Eu e Sara olhávamos através dos vidros fumados as ruas de L.A. Estavam a abarrotar de gente e era possível ver-se cartazes do Robert e do Taylor por todo o lado.
-Então e o Kellan? - Reclamou Sara irritada.
          - Descansa cunhadinha... não tarda vês aí uma maluca com um poster dele a fazer publicidade aos boxers! – Zumbei-a.
          -Só se for para saltar da limusina e roubar-lhe o poster! - Respondeu-me
          -“I am understanding everything, don't worry about me.” (Estou a perceber tudo, nao se preocupem comigo) - Ironizou Lady Gaga.
          -Sorry!! – Lamentamos em coro.
Foi então que começámos a ouvir gritinhos e mais gritinhos histéricos vindos do lado de fora da limusina.
          - Estamos em casa!!! - Rimos ao meu comentário.
Lady revirou os olhos devido á falta de compreensão.
          - “I don't know why you laugh so much, but it seems that we just arrive...And your idols to.” (Não sei do que se riem tanto, mas parece que acabamos de chegar... e os vossos ídolos também) - Avisou-nos Gaga com um sorriso rasgado.
Parámos instantaneamente de rir e saltámos até à janela do lado de Gaga para tentar vê-los. Porém, no mesmo momento, o motorista abriu a porta e nós, juntamente com Gaga, caímos para a passadeira vermelha.
Rapidamente os paparazzis cercaram-nos e flashes vinham de todo o lado até que por fim e finalmente, os seguranças de Gaga afastaram os "papa" e nós recompusemo-nos!
          - Rica entrada – Murmurei envergonhada a Sara.
- Com a companhia da Gaga que querias? – Retorquiu no mesmo tom a Sara.
          - “Girls, smilying!” (Meninas, sorriam!) - Ordenou Gaga.
Nós obedecemos, sem esforço nenhum (claro).
Começámos assim a caminhar elegantemente pelo "Famoso" tapete vermelho deixando toda a gente a olhar.
Parámos apenas a dada altura para Lady Gaga ser entrevistada pela MTV
Eu estava demasiado nervosa, ansiosa, histérica, feliz e atenta ao Rob para ouvir alguma coisa da entrevista... (admito não sei nem uma palavra que tenha sido citada na dita cuja). Robert e Kellan olhavam-nos com curiosidade.
          - Aposto 5 € em como nos olham por causa da queda. - Apostei com a Sara.
          - Hum?! - Perguntou distraída sem perceber do que falava.
          - Eles! - Indiquei discretamente.
          - Eles? Eles estão a olhar? - Perguntou a Sara já a entrar em histeria. (Histeria-Não-Mental)
          - Calma... Deve ter sido devido à queda! - Tentei acalmá-la.
          -Pois, da queda! – Suspirou - Já viste que vergonha?! - Queixou-se.
Olhei de novo discretamente e eles continuavam a olhar e a falar entre si (Com bastantes risinhos à mistura).
Finalmente (ou não) Lady acabou a entrevista. Tirámos as fotos necessárias e já
à entrada da festa o segurança perguntou a Gaga quem nós eramos.
- “They are my cousins.” (Elas são minhas primas.) - Mentiu
Eu e Sara entreolhamo-nos alegremente surpreendidas.
Depois de uma longa conversa e alguma "subornaria" por parte de Gaga, o segurança deixou-nos passar.
Lá dentro estava uma loucura… Apenas se via pessoas de braços no ar e de copos na mão… luzes de todas as cores que apontavam em todas as direcções. E no fundo da enorme sala uns sofás redondos vermelhos: Essa era a zona mais calma, perto do bar, longe da pista. - Foi para lá qe nos dirigimos sem Lady Gaga claro, pois essa perdemo-la de vista mal entrámos.
          - Uauuuu!!!! - Gritei para que a Sara me pudesse ouvir.
            - Mesmo! - Gritou também encantada enquanto nos sentávamos nos desocupados sofás vermelhos.
          - Tanta gente conhecida! Olha a Miley Cirus! - Apontei
          -Blhack! Se apontasses para o Zac Efron, ou... sei lá...Corbin Bleu... – Protestou a Sara.
          -Okay okay, eu aponto. – Disse-lhe a rir-me.
          -Estou a amar esta festa!! Sabias? - Perguntou-me Sara.
          -Não és a única! – Respondi sorrindo.
          -Vou ao bar… Queres alguma coisa? - Perguntou-me Sara levantando-se repentinamente.
       -I DON'T ASK FOR THIS DRINK!!! (EU NÃO PEDI ESTA BEBIDA!!!) - Ouvi-mos de repente.
Logo depois vi um copo a ser lançado pelo ar acertando em cheio na cabeça de Sara.
       -CUIDADO!! - Ainda gritei.
Mas já era tarde demais! A Sara estava agora estendida no chão com vidros à volta.
Apenas um pequeno grupo de pessoas repararam no incidente… Entre elas Rob e Kellan (graças a deus!) que de imediato correram para ajudar a Sara.
          -LIGAA para o 112! RÁPIDO! LIGA!! 112! - Gritava eu para Rob esquecendo-me que falava em Português
          - “What?” (O quê?) - Perguntou ele confuso...
          - “Give me the ice of your drink” (Dá-me o gelo da tua bebida) - Pediu o Kellan ao Rob
Este (o meu menino) bebeu as últimas gotas, tirou o gelo e deu-o a Kellan, que por sua vez, o colocou na cabeça de Sara!
          - “Eii, wake up!” (Eii, Acorda) - Dizia Kellan dando leves pancadinhas na cara de Sara.
          - Robert! - Chamei-o eu abanando-o – “Please call to the emergencies now!” (Por favor liga já para as emergências)
          - “Calm down! look, she wake up.” (Calma, olha, ela acordou.) - Tentou Rob tranquilizar-me com uma doce voz.
Olhei para Sara, ela estava a tentar abrir os olhos...
- Sara!!! - Suspirei de alivio - Graças a deus! Como estás ?! - Perguntei preocupada.
Publicado por SarAngela às 23:10
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Segunda-feira, 28 de Dezembro de 2009

Capitulo 8 - (P.V. Sara)

 

Olhámos em volta.
-Cunhadinha?! Segura-me no queixo! - Disse (parvamente) espantada.
 Ângela não falou, não se mexeu, não pestanejou, não nada! Não conseguia descrever tamanha beleza.
Ficámos uns 30 segundos imóveis junto da entrada, bloqueando-a.
Voltámos à “Terra” quando “alguém” se dirigiu a nós.
 -“Cof, Cof” You need something? (Precisam de alguma coisa?) - Perguntou um senhor de perna longa, fato preto, e de nariz arrebitado.
          -Por acaso preciso, de um beliscão, para ver se acordo! – Sussurrei, mas logo recebi uma cotovelada da Ângela
-Yes, we want stay in this hotel. (Sim, queremos ficar neste hotel) - Disse Ângela com um sorriso rasgado.
- Wonderful, Please follow me. (Esplêndido, por favor sigam-me) - Disse o “perna longa” indicando o caminho.
Olhámos uma para a outra, encolhemos os ombros e fomos atrás do homem, olhando atentas e maravilhadas para todos os cantos do requintado hotel.
Era Natal, o Hotel estava lotada, só víamos pessoas de “Alta Classe” por lá.
O Senhor encaminhou-nos para a recepção, onde fizemos rapidamente o check-in, visto que já tínhamos tudo reservado. Deram-nos então a chave de acesso que era nada mais nada menos que um cartão onde podíamos ler: “Suite Number 69”
Entrámos no elevador para subirmos até à nossa suite que ficava no 3º andar, e quando olhámos para o lado quase tivemos um ataque cardíaco: Will Smith estava no mesmo elevador que nós? Instalado no mesmo hotel que nós? No mesmo piso que nós? Não acredito!
          - Will?! – Gritámos chocadas em coro – É mesmo o senhor? Vai ficar em que suite? A nossa é a 69... Que filmes está a gravar agora? Vai passar cá o Natal? Como está a sua família? E filhos… como estão? Algum assim jeitoso? Ei espere! E os nossos chuchus?!
Ofegantes sobre o olhar assustado de Will Smith calámo-nos e olhámos para ele esboçando o maior sorriso que conseguíamos.
          - Excuse me? (Desculpem?) – Perguntou-nos assustado enquanto tentava alcançar o botão de emergência sorrateiramente... (que por sorte estava do nosso lado).
Olhámos uma para a outra.
          - “Nós tínhamos estado tanto tempo a falar português!?” – Concluí eu.
Sem tempo para traduções o elevador "apitou", abrindo-se. Rapidamente Will saiu sem olhar para trás.
Depois de uns segundos de reflexão sobre o que acabara de acontecer corremos para fora do elevador para ver qual era a sua suite… Mas ele já tinha desaparecido do alcance da nossa visão.
          - Devemos tê-lo assustado… - Comentei com Ângela.
          - Isto não fica assim... ele tem que nos dar um autografo! – Gritou a Ângela indignada, e dito isto, começou a correr batendo a todas as portas daquele piso.
Batemos em todas as suites até que vimos...
          - 69?! - Reparámos as duas.
          - É a nossa, é a nossa! - Gritei enquanto a Ângela se apressava a abri-la fugindo assim ao olhar chocado dos indignados hospedados… Rapidamente entrámos e fechámos a porta.
- Ufa! - Suspirámos.
Virei-me rapidamente e pousei o saco cheio de barritas Kellogg's Especial K : Um dos patrocinadores da nossa viagem, juntamente com o Atum "Bom Petisco”.
          - Uauuu!!! - Exclamei encantada com a suite.
          - Já te disse que adoro o TP? - Perguntou-me a Ângela observando a nossa luxuosa suite.
           - “ Fora graças ao Blog TP que eu e a Ângela agora ali estávamos. Tínhamos ganho o "Toca a mexer - Especial Natal". O concurso consistia em colocar as falas numa imagem do Rob e do Kellan. Rapidamente me lembrei de uma montagem que em tempos a Ângela tinha feito e "inspirei-me", por assim dizer.
Resultado? A risada foi total e eu ganhei os tão cobiçados bilhetes. Claro que dei logo um à Ângela!” – Recordei.
O quarto era enorme, e super moderno. As paredes brancas contrastavam com os móveis negros e com o chão em madeira escura. Ao canto situava-se uma larga cama: Branca, e com uma almofadinha preta no centro.
          - Só uma cama?! Para 4?! - Irrompeu a Ângela histericamente o silêncio.
Abri a boca para responder à Ângela, porém bateram à porta. Estiquei o braço abrindo-a.
          - “Your bags” (As suas malas) - Informou-nos simpaticamente o porteiro.
          - “Thank you” (Obrigada) - Disse empurrando as malas para dentro e fechando a porta na cara do senhor que esticara a mão para receber grojeta.
          - A vida está má amigo! – Justificou a Ângela, abrindo novamente a porta ao porteiro que havia esticado o braço de novo.
          - Ângela?! Estamos em Los Angeles... No portuguese! - Disse zumbando-a
          - “Sorry” (Desculpe) - Desculpou-se Ângela da sua falta de atenção, fechando novamente a porta na cara do (pobre) coitado.
Arrumámos apressadamente a roupa nos roupeiros e saímos para jantar… Foi quando vimos Will Smith a sair da sua suite.
          -Quem diria? Mesmo ao lado da nossa?! - Comentou Ângela admirada.
          - Shuuu… - Dei-lhe uma cotovelada pedindo silêncio.
Will, não a ouviu… Parecia nervoso e apressado, saiu a correr do seu quarto e virou a esquina que cessava as escadas, sem reparar que deixara a porta da sua suite entreaberta.
          -Estás a ver o mesmo que eu? – Sussurrou-me a Ângela.
          -Estamos a espera de quê? Vamos entrar… - Disse-lhe puxando Ângela para dentro da maravilhosa suite do Will.
Começámos então, a “examinar” todos os cantos daquele quarto, sem esquecer a casa de banho. Porém a dada altura ouvimos duas pessoas a conversar… O barulho aproximava-se. A Ângela saltou rapidamente para o enorme cesto da roupa suja, enquanto que, eu me escondi atrás do chuveiro.
Ângela, não aguentando o (horrível) cheiro a meias usadas, boxers e afins, saltou para fora do cesto vomitando no chão da casa de banho do Will. Este ouviu e correu para lá.
       - “WTF are you doing?” (Que raio estas tu a fazer?) - Gritou Will aparecendo na casa de banho apenas com uma tanga vestida.
       - “What's happening?” (O que esta a acontecer?) – Perguntou Lady Gaga aparecendo por trás enrolada num lençol… (Ou seria um dos seus vestidos?).
          - “Lady Gaga ?” Perguntei surpresa saindo do chuveiro.
          - “I know you?” (Eu conheço-vos?) - Interrogou Gaga.
       - “Yes, Aeroport ! Remember? You gave us your card...” (Sim, Aeroporto! Lembra-se? Deu-nos o seu cartão...) – Relembrei-a enquanto a Ângela se recompunha.
       - “Wait! You know this girls?” (Esperem! Tu conheces estas miúdas?) -Perguntou Will a Gaga.
          - “Hum, hum!” - Assentiu afirmativamente com a cabeça Lady Gaga.
       - “Will? Don't you have a family? What are you guys doing here?” (Will? Não tens família? O que estão a fazer aqui?) – Interrogou Ângela a Will.
          - “We... humm... we just... well...I...” (Nós...Humm... Nós só... Bem... Eu...) Tentou justificar-se Will engasgado.
          - “We are dating! But thats a secret!” (Nós estamos a namorar! Mas é um segredo!) - Confessou Lady Gaga
          - “You are fucking crazy or what?” (Tu estas doida ou quê?) - Gritou indignado Will a Gaga.
          - “Thats what they used to call me” (É isso que me costumam chamar) - Respingou ela.
        - “Good! And now what we gonna do?” (Que bom! E agora o que vamos fazer?) - Ironizou Will
          - “Let's eat them!” (Vamos come-las!) - Disse de repente Lady Gaga.
Todos olhámos para ela espantados.
          - “Ei! I'm kidding!!” ( Ei! Estava a brincar!!) - Apressou-se a dizer.
Respirámos de alívio.
          - “Don't worry! We don’t say nothing.” (Não se preocupem, nós não dizemos nada.) - Tranquilizou-os Ângela.
          - “What are you saying Angela? Of course we say something! Unless, you give us something in return.” (O que estas para aí a dizer Angela? Claro que dizemos algo! A menos que nos dêem alguma coisa em troca.) - Disse eu pronta para negociar, esfregando as mão.
           - “Everything you want!!” (Tudo o que vocês quiserem) - Disponibilizou Lady Gaga.
Will olhou para Gaga furioso, esta em resposta apenas lhe sorriu.
          - “Perfect.” (Perfeito) - Concordamos eu e Ângela. -Just give us a moment please.
Afastámo-nos um pouco.
           - Então que vamos pedir Ângela? -Hum, e que tal o contacto do Rob e do Kellan? Sugeriu.
          -Boa, isso mesmo! – Concordei.
Voltámos assim para junto do casalinho (que sinceramente não ficavam nada bem juntos)
          - “Me, and my friend, before a long discussion about this, decide that we want the phone number's of Kellan Lutz and Robert Pattinson.” (Eu, e a minha amiga, depois de uma longa discussão sobre isto, decidimos que queremos os números de telefone do Kellan Lutz e do Robert Pattinson) - Disse clara e decididamente.
          - “Oh dears, we don't have their phone numbers.” (Oh queridas, nós não temos os numeros deles) - Disse Lady Gaga
          - “Oh bad for you.” (Oh, que pena para vocês) – Lamentou a Ângela enquanto se dirigia para a varanda – “Looks like i have to tell your secret to everyone.” (Parece que vou ter que contar o vosso segredo a toda a gente).
Debruçou-se sobre a Varanda e começou a gritar:
           -"O Will e a ..."
          -Em Inglês Ângela! - Alertei-a.
     -Ah claro! Will Smith and… - Recomeçou Ângela.
          -“Wait!!!” (Espera!) - Gritou Will.
       - “What? You already have the numbers now?” (O que foi? Já têm os números agora?) – Questionou-os a Ângela
       - “No! But we are going to a party, and they'll be there, so... if you want...” (Não! Mas nós iamos agora para uma festa, e eles vão lá estar, por isso... se quiserem...) – Sugeriu Will.
          - “Of course we want to go!!” (Claro que nós queremos ir) - Aceitei de imediato.
          - “Hurry! The party is here to 1 hour!” ( Despachem-se! A festa é daqui a 1 hora) – Pediu-nos Will.
          - Okay Okay – Concordamos dirigindo-nos à porta de saída.
          - “Wait! You need help?!” (Esperem! Precisam de ajuda?) – Perguntou-nos prestavelmente Lady Gaga.
Entre olhámo-nos e acabamos por responder:
          - “Yes, but only in hair and makeup.(Sim, mas só no cabelo e na maquilhagem) – Dissemos.
          - Okay! – Concordou ela.
E dito isto ela dirigiu-se connosco à nossa suite.
Sexta-feira, 25 de Dezembro de 2009

7º Capitulo - (P.V. Ângela)

 

Após a queda do carrinho, ganhei mais nódoas negras que “guerrilhavam” agora com as ganhas na acidental queda do avião. Quando finalmente conseguimos sair daquele (maldito) labirinto apinhado de gente demos com …
- Los Angeles! – Gritou a Sara de braços abertos em direcção de nada, enquanto sentia o vento bater-lhe no rosto, como se cumprimentasse Los Angeles.
Foi quando comecei a ouvir buzinas vindas de todo o lado e me apercebi que a Sara estava no meio de uma avenida movimentada.
 
- Sara!! – Chamei-a num tom de pânico.
Ela correspondeu ao meu grito e olhou para mim, porém a distracção quase lhe custou a vida: o condutor do automóvel, pregou travões a fundo e parou a escassos centímetros de Sara produzindo um estridente som e um cheiro a pneus queimados. Paralisada correu para mim, que estava no passeio.
- Estás bem Sara? – Perguntei-lhe enquanto a observava “branca que nem cal”.
- Acho que... sim – Respondeu-me e dito isto o nosso olhar insidio novamente na avenida que parecia estar transformada agora num daqueles recintos de Carrinhos de Choques bastantes “famosos” nas feirinhas portuguesas: Os carros embatiam uns nos outros sem excepção… tudo por causa da Sara. Os condutores, loucos de raiva começaram a sair dos carros e gritar palavrões que tentamos não traduzir para português.
- Corre Ângela! – Puxou-me a Sara enquanto eu estava petrificada a olhar para o caos que se instalara nos últimos segundos.
Começámos assim a correr com os casacos a taparem-nos a cara no escuro da noite com as mochilas às costas sem rumo.
Paramos quando sentimos que já estávamos a uns bons metros do local do "pequeno" incidente! Para nossa surpresa, parámos precisamente numa praça de táxis.
- Wow! Já estava na hora de termos um pouco de sorte! – Murmurou-me a Sara.
- Hum Hum… - Concordei ofegante.
Rapidamente arranjámos um táxi.
- Eu sabia que a tua mini-saia ia servir de alguma coisa! – Provoquei a Sara.
- Ah-ah muito engraçadinha. – Riu-se sarcasticamente.
Entrámos no táxi e a primeira coisa que nos chamou a atenção foi…
- Mr. Sparkly Fuck ?! – Li eu alto de mais.
- Yes?! (Sim?!) – Interrogou-me o taxista a pensar que eu o estava a chamar.
 - Can you take us to this place? (Pode levar-nos para este sitio?) – Perguntei rapidamente, apontando para o papel tentando disfarçar.
- Brilhante Foda?! – Ria a Sara sonoramente enquanto o Taxista a olhava para ela sem perceber nada da situação.
- Of course, I take you. (Claro, eu levo-vos.) – E começou a conduzir para o Hotel Hollywood Roosevelt.
 
*
 
 Durante a viagem até ao hotel (5 estrelas) que nos esperava, fomos o caminho todo a gozar (em português, claro) com o homem.
- Brilhante foda?! Que raio de nome, eu deserdava-me se os meus pais me tivessem posto esse nome. – Gozávamos aos berros.
No fim da viagem o taxista virou-se para nós e proferiu pacificamente : “Ya llegamos” (Já chegamos).
-Bolas! O homem falava espanhol!? – Perguntei chocada à Sara.
Coradíssimas, agradecemos, pagámos e saímos dali o mais depressa que conseguimos.
 - “Será possível termos passado a viagem toda a “chingar” o “Sparkly” e ele a entender!?” – Reflecti embaraçada.
(Esta onda de má sorte não era normal! Quando chegaria a boa sorte? Espero que rapidamente, senão não chegamos vivas ao fim desta fanfic!)
Pousámos as malas em frente à grande porta de cristal do Hollywood Roosevelt.O porteiro caminhou logo até nós com um sorriso recolher as nossas bagagens para as transportar para dentro…
Eu e Sara demos as mãos, e, com um sorriso (parvo) na cara, demos um passo em frente, entrando assim num dos melhores hotéis de luxo de L.A.
(Será que finalmente a nossa sorte iria mudar?)
Terça-feira, 22 de Dezembro de 2009

6º Capitulo - (P.V. Sara)

 

Mas como chegar até à saída sem sermos “esmagadas” pela multidão de pessoas que pareciam uma “praga de mosquitos” vindas de todo o lado?
Olhei para os “carrinhos” de transporte das bagagens que tínhamos connosco. Sorri! Ideia perversa a surgir? Talvez…
          - Só há uma maneira de fazermos isto Ângela… Salta para cima das malas! Ordenei-lhe.
A Ângela, confusa, trepou para cima das malas com a minha ajuda.
          - Preparada? - Perguntei.
          - Não sei… Devia?! – Perguntou-me apreensiva.
Dito isto, comecei a correr puxando o carrinho com as malas e Ângela lá em cima.
          - Ângela quando começas a cortar nos chocolates? – Questionei-a.
          - Se sair deste carrinho (viva) prometo que faço uma dieta - Gritou.
Eu continuava a puxar, e os “Angelenos” continuavam a tentar desviar-se da nossa frente.
          - WTF?! – Diziam espantados.
Já perto da saída o piso estava molhado. Claro que a Sara “aluada” não viu o sinal de “CUIDADO”, e o carrinho, descontrolado, começou a andar sozinho pelo aeroporto,
          - OMG, Ângela salta daí!!! - Gritava atrás do carrinho…
Porém antes de ela o fazer, o carrinho foi embater num paparazzi que ali estava a tentar fotografar …
          - Uma múmia?! - Gritou Ângela olhando para Lady Gaga.
O paparazzi (KO no chão), queixou-se da sua máquina fotográfica completamente destruída.
Admirada, e super contente, Lady Gaga ajudou Ângela a levantar-se.
          -“Thanks my dear!” (Obrigada minha querida)
          -“Lady Gaga? It’s that you?” (… Isso és tu?) - Perguntou Ângela sem querer acreditar.
          -“Yes, I am, and you are…” (Sim, sou, e tu és…)
          -“Ângela! I’m a big fan from Portugal, I used to Twitter to you!” (…Sou uma grande fã de Portugal. Eu costumo “twittar” para ti) – Comunicou-lhe Ângela entusiasmada.
          -“Really? Oh, I don’t have time to see all my twitters right? I’m to busy yelling at my designer! Sorry!” (A sério? Oh, eu não tenho tempo para ver todos os meus “twitters” né? Estou demasiado ocupada a gritar com o meu estilista! Desculpa!)
          -“We understand of course” (Nós entendemos claro) – Disse-lhe eu interrompendo a conversa… - “I’m Sara”…
          -“Hello Sara and Ângela, you save my privacy! How can I thank you?” (Olá Sara e Ângela, vocês salvaram a minha privacidade! Como posso agradecer-vos?)
          -“ You don’t need to…” (Não é preciso…) – Respondeu a Ângela.
          -“Well, I have to go, here’s my card. If you need something you can call ok?” (Bem, tenho de ir, aqui têm o meu cartão. Se precisarem de algo podem ligar ok?) – Disse-nos Lady Gaga muito simpática enquanto nos dava o cartão.
          - “Ela realmente não gosta nada de paparazzis!” – Pensei
Lady Gaga continuou a andar apressadamente naqueles seus sapatos “esquesitóides”. Nós ainda pasmadas com o acontecido, fomos “resgatar” as malas e colocá-las no carrinho novamente. Mas só mesmo as malas desta vez! A Ângela não quis voltar a trepar para cima do carrinho… Escolha inteligente!
 
Domingo, 20 de Dezembro de 2009

5º Capitulo - (P.V. Ângela)

 

           - Caros passageiros, sejam muito bem-vindos a Los Angeles. Agradecemos que saiam calma e ordeiramente dos vossos lugares. A TAP deseja-vos uma boa estadia. – Proferiu o piloto após uma turbulenta aterragem.
As pessoas começaram-se a levantar dos seus lugares. Muitas delas enjoadas, outras sonolentas, algumas apressadas mas nenhuma delas histérica… exceptuando nós.
           - Chegámos! Chegámos! – Gritávamos eufóricas enquanto o avião esvaziava.
           - Cof Cof – Tossiu uma das hospedeiras chamando-nos à atenção – Desculpem queridas mas está na hora de saírem.
Olhei à minha volta e realmente o avião estava vazio. Apenas a tripulação restava e estava à espera que saíssemos. Sem proferirmos uma mais palavra saímos coradíssimas.
O ar de Los Angeles é diferente do de Portugal, “pesado” diria eu. Inspirei-o profundamente porém tropecei nos degraus alcatifados da saída exterior do Avião e posso apostar em como desci mais rápido do que qualquer outro passageiro.
           - Au! – Queixei-me quando por fim alcancei o chão.
A Sara desceu agilmente agarrada ao corrimão (como as crianças fazem) para me alcançar rapidamente.
           - Ângela! Estás bem querida?! – Perguntou preocupada sentada no chão ao meu lado.
Respirei fundo e levantei-me.
           - “Ui como dói!” – Contextuei para mim mesma.
           - Sim estou bem! – Menti – Vamos, não há tempo a perder cunhadinha!
Sorrimos e retomámos a correria com as nódoas negras a “queixarem-se”.
 
*
Rapidamente entrámos no lotado aeroporto de LAX.
           - Woooow! – Proferimos de admiração enquanto rodopiávamos em torno de nós próprias.
Rapidamente começámos a ser empurradas de um lado para o outro como se fossemos meros bonecos. Demos as mãos, pusemos as mochilas às costas e procuramos a saída daquele horrível e lotado “labirinto”.

 

Sábado, 19 de Dezembro de 2009

4º Capitulo (P.V. Sara)

 

         - Com licença, saiam da frente por favor - Gritava eu empurrando quem se atravessava à nossa frente. - Este avião não parte sem nós Ângela, não te preocupes. 
Quanto mais corríamos, mais nódoas negras sentíamos.
Hoje o dia não estava a correr bem! 
Chegámos mesmo a tempo de fazer o “Check in”- Não me perguntem como.
Quando por fim tivemos tempo para respirar já estávamos dentro do avião.
         - Ângela que tens nas calças? - Perguntei-lhe olhando para o seu joelho com um buraquinho.
         - Foi quando caí nas escadas antes de entrar no avião! - Queixou-se.
         - Upss, nem reparei cunhadinha - Confessei embaraçada.
         - Deixa lá, nem eu própria reparei! - Afirmou rindo.
 Não podia acreditar! Não podia ser real! Devia ser outro dos meus sonhos!
Olhei para a Ângela, ela olhava também para mim! 
         - AHHHHHHHH! - Gritámos ambas histéricas.
Só agora é que nos tínhamos apercebido: Estávamos a caminho de Los Angeles! Mas mais importante que isso, estávamos a caminho de realizar o nosso sonho!
A hospedeira veio ter connosco e perguntou-nos algo, algo que eu nem ouvi, provavelmente seria a perguntar se precisávamos de alguma coisa.
A Ângela e eu continuávamos com um ataque de histeria, coisa que não era normal em mim. Eu ate sou uma pessoa bastante séria.
Finalmente, passado uns (longos) minutos conseguimos acalmar-nos, todo o avião olhava para nós admirado! 
Nem me apercebera quando levantámos Voo, costumava ficar sempre em pânico mas, ao que parece, quando se esta prestes a concretizar um sonho o pânico desaparece. Só queria era chegar ao Hotel e sair ás ruas de L.A
 Passámos as 13 horas de viagem a pensar na nossa chegada e nos nossos planos para quando chegássemos... Ao nosso "Óasis"  
Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

3º Capitulo (P.V. Ângela)

              - Cuunhadiiinha!!! – Gritei enquanto corria ao encontro dela.
             - Estava a ver que não te ia conseguir encontrar! – Disse-me enquanto me abraçava.

- Pronta?! – Perguntei com um sorriso.
Ela “respondeu-me” tirando os dois bilhetes do bolso e a confusão gerou-se: Eu “babei”, sorri e gritei… o histerismo estava instalado e ambas saltávamos de mãos dadas na praça de camionetas mesmo em frente ao zoo. As pessoas olhavam-nos com compaixão… estavam com pena das “maluquinhas”.
Peguei no meu bilhete e olhei para ele. 
             - Wooow!! – Fiquei surpresa ao ver que o nosso voo partia dentro de… - 25 minutos?!
A Sara assentiu com a cabeça e desatámos a correr.
             - Táxi!!! – Chamei, porém o taxista não me ouviu e arrancou.
             - Vamos! – Gritou a Sara e ambas, de mochilas às costas, começamos a correr atrás do táxi.
             - Saiam da frente! Saiam da frente! – Suplicava ofegante.
Mas, um miúdo dos seus 8 anos deliciado com a sua sandwuiche atravessou-se à frente da Sara e – BOOM!! – a sandwuiche “voo” bem para cima da cara do miúdo.
             - Ups… Desculpa mas o meu Kellan espera-me!! – Lamentou a Sara enquanto eu me ria com os palavrões que a mãe do miúdo ficou a citar.
Finalmente alcançámos o táxi. Eu pulei para a frente dele e o taxista desorientado travou fundo.
             - Por favor! – Pediu a Sara cansada – É para o Aeroporto da Portela!
             - Entrem… - Disse a medo o taxista enquanto limpava os suores frios da testa.
Entrámos. Dentro do carro o taxista já só rezava para que chegássemos a tempo, senão ia ter que nos aturar! 
             - ACELERE, ACELERE!!! Mais rápido! - Gritávamos enquanto roíamos as unhas.
             - OH nãooo! Outro semáforo vermelho? - Perguntavamos cada vez mais "stressadas".
*
 
 Por fim chegámos ao aeroporto. Pagámos e saímos do táxi retomando assim a correria.
Era uma corrida contra o tempo, a qual nós tínhamos de ganhar.

 

2º Capitulo (P.V. Sara)

- Nãoo Edward não a deixes! - Acordei sobressaltada.
 Uff era só mais um pesadelo… Felizmente hoje não havia tempo para pesadelos, tinha um autocarro para apanhar às 7 da manhã, eram já 06:15h. 
Levantei-me e fui a correr para o banho, pisando a minha cadela pelo caminho, coitadinha! Ela é tão pequenina que dificilmente a via.
Vesti-me à pressa, comi à pressa e às 7 menos 10 estava junto ao meu autocarro com as minhas pesadas malas de viagem.
Estava ansiosa por chegar a Lisboa, já não me sentia assim desde o dia de estreia de “Lua Nova”…
 
*
 
Eram 14 horas da tarde quando o autocarro parou na estação “7 rios”. Olhei pela Janela, tentando encontrar a Ângela, não vi nada!
Saí assim ao encontro das minhas malas que já estavam cá fora por gentileza do motorista. Dei mais uma vista de olhos e fui-me sentar num banco á sua espera… -
- “Só espero que não demore” – pensei.
Ao meu lado no banco sentou-se uma jovem mais ou menos da minha idade, provavelmente também à espera de alguém, chamou-me à atenção pois trazia com ela a revista “BRAVO Especial Lua Nova” não hesitei em meter conversa e em perguntar que Team era.
Para grande admiração minha a rapariga era Team Emmett…
- “Só pode estar a brincar! O Emmett já é meu!” – Pensava enraivecida.
Finalmente, e antes que arranjasse problemas com a minha companheira de banco, a Ângela apareceu.
 
Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009

1º Capitulo (P.V. Ângela)

- “Só mais umas horas, Ângela!” – Procurava acalmar-me a mim mesma. Desde que soubera da viagem com a Sara que não durmo… não me concentro… não nada! Apenas passo horas – acumulando já às imensas horas que passava online – com a minha “cunhadinha”, como lhe gosto de chamar.

- Porque raio é que não entras on’ Sara!? – Gritava para o PC.

(Sim eu sei… Paranoia!)

Mas quanto mais gritava para o PC, mais o tempo passava e nada de Sara…

Desisti da minha inútil tentativa de diálogo com o computador e fui ver umas fotos do Rob Patzz… Uhh remédio santo! Fiquei logo mais calma e sem dar por isso já estava a Sara a mandar-me um daqueles toques irritantes do msn!

 

Sarocas * ^^!             diz:

Angelaaa? hello? Estás aí? Como vão os preparativos da viagem?

 

ângelα'pαttinson diz:

Finalmente! Claro que estou, os preparativos estão a correr super bem…

E os teus? Já foste ver dos autocarros?

 

Sarocas * ^^!             diz:

Desculpa o atraso mas é que tive que ir à minha vizinha, que é médica, a perguntar quais eram os calmantes mais indicados para estas alturas.

Já fui aos autocarros e já tenho o meu bilhete para amanhã com destino a Lisboa…

 

ângelα'pαttinson diz:

Ah boa! Nem acredito que depois de amanha estamos a caminho de “Los Angeles”… Menino Robert espera por mim!

Sarocas * ^^!             diz:

Uauu vai ser a melhor aventura de sempre! Já ando a ver filmes de raptos para ver se consigo raptar o Kellan! xD

 

ângelα'pαttinson diz:

Jura?! LOL o filme que eu vou ver agora vai ser é de chorar, porque com tanta alegria junta acabo é por ter um “ataque alegrico-cardiaco” …

 

Sarocas * ^^!             diz:

LOL, vai lá minha querida! Eu ainda estou a preparar as malas… Não te esqueças de me ir buscar aos autocarros amanhã!

 

ângelα'pαttinson diz:

Claro que não “chefa”, lá estarei…

 

                 ângelα'pαttinson     Terminou a sessão.   

 

Fui até à minha pasta de filmes ver os meus mais recentes downloads, dito assim até parece que tinha muitos, na verdade só tinha dois, e não estava a ser irónica quando disse que tinha de ver um filme triste! Portanto abri o “2012”. Pode haver melhor filme que este para acabar com a nossa alegria?

Por acaso até pode, basta ver “New Moon”! Mas hoje não será essa a minha escolha... hoje vou ver o filme que nos dará os "spoillers" para o ano 2012.

 

 

 

 

   

- About Us


- Ver Perfil

- Adicionar como Amigo

. 11 seguidores

- Find

- Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

- Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

- Posts Recentes

- Surpresa!

- Capitulo 39 – (P.V. Sara ...

- Capitulo 38 – [P.V. Ângel...

- Capitulo 37 - (P.V. Kella...

- Capitulo 36 – (P.V. Kella...

- Capitulo 35 - (P.V. Kella...

- Capitulo 34 – (P.V. Kella...

- Capitulo 33 - (P.V. Rober...

- Capitulo 32 – P.V. Kellan...

- Capitulo 31 - (P.V. Sara ...

- Arquivos

- Abril 2010

- Março 2010

- Fevereiro 2010

- Janeiro 2010

- Dezembro 2009

- Views

online