Sábado, 27 de Fevereiro de 2010

Capitulo 34 – (P.V. Kellan [Especial & Traduzido] + P.V. Sara & P.V. Ângela)

 

P.V. Sara
 
          -“Yeah! I told you...” (Pois! Eu disse-te...) -Comentou Kellan
          -“WHAT A FUCK?!?!?! «Check it out the new girlfriends of PATTINSON and LUTZ... News in first hand!! Check the exclusive photos inside and the story of those who watched the recent couple!»” (« Conheça já as novas namoradas de PATTINSON e LUTZ... Noticias em primeira mão! Confira as fotos no interior e ainda o relato de quem assistiu aos novos casais») - Leu Ângela em voz alta!!
          -Abre cunhadinha... Abre!! - Pedi curiosa... e... Feliz?! Pois, não sei, aparecer em revistas nunca teria sido o meu sonho mas aparecer em revistas COM o KELLAN já era totalmente diferente.
A Ângela assim o fez: Abriu a revista e desfolhou, desfolhou, e desfolhou.
          - HEY! - Gritou. – “These are you... and US, ROBERT!” (Estes são vocês... e NÓS ROBERT!) - Voltou a gritar.
          -“I know!! Read it...” (Eu sei!! Lê...) - Pediu-lhe.
          -“Hey, just one second! You stole that magazine Pattinson?” (Hey, só um segundo! Roubaste essa revista Pattinson?) -Perguntou-lhe Kellan dando uma gargalhada.
          -“Oh shit... Seems like I did!” (Oh merda... parece que sim!) -Confessou rindo também.
          - Shiuu... listen: "«Yes, you read well! The sexiest vampire, Robert Pattinson, has already somebody to give him a bite! (check it out the pictures on the following pages, all taken at different events and occasions) It seems that on Friday afternoon Robert was photographed with a girl which we don't know, at a party where was also the famous vampire Kellan Lutz accompanied by an anonymous girl. She appeared to have confidence with the new Mrs. Pattinson. To prove the situation there was also the former boyfriend of Kristen Stewart, Michael Angarano who posed as drunk to "make the situation clear," he confesses: <<Yes, I was at the party "teasing" Robert, pretending I was drunk, and I used the excused of "ROBSTEN" but he denied and grab more for him the girl, named Angela for what I could understand. and he uttering was not "Robsten" but "Robang">>, he told the magazine "Teen Now" laughing. » («Sim, leram bem! O vampiro mais sexy, Robert Pattinson, já tem quem lhe dê uma dentada! (confira as fotos nas páginas seguintes, todas tiradas em diferentes eventos e ocasiões) Ao que parece na sexta passada Robert foi fotografado junto com uma rapariga a qual desconhecemos, numa festa onde se encontrava também o famoso vampiro de Twilight Saga, Kellan Lutz, acompanhado por uma jovem anónima e que aparentava ter confiança com a nova Mrs. Pattinson. Para provar a situação também lá se encontrava o ex-noivo de Kristen Stewart, Michael Angarano o qual se fez passar por bêbado para "tirar a situação a limpo", ele próprio o confessa: <<Sim, eu na festa fui "provocar" o Robert fazendo-me de bêbado utilizando a desculpa de "ROBSTEN", ao que ele negou enquanto puxava mais para ele a rapariga, chamada Ângela como pude entender, e proferindo que não era "ROBSTEN" mas sim "ROBANG">>, contou ele à revista "Teen Now" rindo.»)
          - “WHAT THE FUCK!?” - Gritou Robert quando a Ângela acabou de ler. – “I don't want to believe, on what that son of the bitch did!!” (Eu nem quero acreditar no que aquele filho da p*** fez!!) - Proferia danado o Robert batendo com os punhos no volante.
          - "Let me see the photos..." (Deixa-me ver as fotos...) -Pedi-lhe.
          - "Thank god we don't appeared!!" (Graças a deus que nós não aparecemos!!) -Desabafou Kellan aliviado.
          - "Who says you two don't appeared?!" (Quem disse que vocês os dois não apareciam?!) - Perguntou Ângela desfolhando mais páginas... – “Look!” (Vê!) -Ordenou parando numa das páginas e passando-me a revista para a mão...
            - "Shit!!" (Merda!!) - Proferiu o Kellan.
            - "Even caught red-handed!" (Apanhados mesmo em flagrante!) - Proferi eu olhando para as fotos que estavam diante de mim... Como era possível!?
            - "And now what we gonna do?!" (E agora o que vamos nós fazer?!) - Perguntei ao Kellan ainda admirada com tudo aquilo.
            - "Well babe, I don't know... But Robert knows, right?!” (Bem babe, eu não sei... Mas o Robert sabe, correcto?!) - Despachou o Kellan a questão, passando a "batata quente" ao Robert.
 
P.V. Kellan [Especial & Traduzido]
 
          - "Malditos paparazzis! Como é possível!? Agora a minha babe está exposta nas revistas!? Exposta ao Mundo!? Não... não pode ser possível eu não quero tal coisa!" - Pensava eu enquanto apertava a minha babe mais contra mim no banco traseiro do carro do Rob.
O Robert fez uma longa pausa mas por fim respondeu-me tranquilamente:
          - Se querem um conselho... Não se preocupem... ignorem! É o que eu faço!
Porém (e após eu reflectir sobre as suas palavras) eu disse-lhe:
          - Será que é assim Rob?! Lembra-te que agora não é apenas mais um boato... é a realidade! E além disso tanto a tua Ângela como a minha Sarocas estão expostas! Estão agora na "boca do Mundo"! Isso deixa-te tranquilo!? A mim não...
          - Pois Lutz mas já sabes como são os papa! E as pessoas também já os conhecem... Vão pensar que é só mais uma invenção das revistas… -Tentou tranquilizar-me.
          - E as fotos?! Não contam?! Olha esta!!! -Mostrei apontando para uma minha e dela de mãos dadas...
          - Pois realmente Lutz... Mas... - Tentou-se explicar porém a Ângela interrompeu-o:
          - Estão demasiado explicitas amor!
          -Também não disfarçámos nada! -Disse Sara olhando-me com uma expressão triste...
          -Lá isso é verdade... - Concordou o Robert.
          -Pois, mas como dá para disfarçar? È impossível, com aquele senhor Pattinson anda tudo atrás de nós!! -Provoquei-o.
          -Ah olha que não sou o único, "senhor Calvin Klein". – Provocou-me ele por sua vez.
          -'Tá calado... Ainda falta muito para chegarmos?! -Desviei a conversa sentindo-me constrangido...
          - Hum, parece-me que não Lutz... Segundo me lembro, estamos mesmo a chegar. - Informou o Rob.
          -Ainda bem! Estou com fome!! -Disse Ângela piscando o olho ao seu amado...
          -Eu não. ‘Tou é com sono... -Queixou-se a minha Sarocas bocejando junto ao meu ombro, ao que eu lhe beijei a testa.
          -Vais ter muito tempo para dormir à noite cunhadinha... Acorda!!! -Tentou Ângela "despertá-la".
          -Ou não... – Provocou-me Rob olhando-me através do espelho.
          -Ou SIM taradão... Não me nerves! Estou sem paciência... - Reclamei ao relembrar que a minha miúda estava menstruada.
          -Hey, então? -Ralhou-me Sara dando-me, ou melhor, esforçando-se, para me dar um murro com força na perna!
          -Vê lá se te acalmas... Andas muito agressivo! Cá para mim é falta de... -Recomeçou Rob.
          -Shuuu tu também!! -Interrompeu-o Ângela.
          -Pronto não digo mais nada... -Prometeu Rob encolhendo os ombros.
 
P.V. Ângela
 
Finalmente chegámos ao local... Era um restaurante "requintado". Antes de sairmos tive o cuidado de perguntar:
          -“How we should behave?” (Como é suposto nos comportarmos?)
-“Naturally! Don’t worry, paparazzis don’t come here!” (Com naturalidade! Não se preocupem que aqui não há paparazzis) – Explicou-nos o meu homem .
-“Naturally implies as friends or more than friends?” (Com naturalidade implica como amigos ou como mais que amigos?) – Perguntei-lhe enquanto tirava o cinto.     
-“For now as friends. I can’t be arrested right now…” (Por enquanto como amigos. Não me dava jeito nenhum ser preso agora…) – Disse tentando esboçar um sorriso.
-“Yeah right…” (Pois é…) - Concordei esforçando-me também para sorrir.
Saímos os quatro do carro e entramos no grande e bem decorado restaurante, o ambiente estava calmíssimo. Para fugir à tentação (e porque estava também chateada/frustrada comigo mesma por causa da idade) sentei-me ao lado da Sara, à frente do Rob.
O Kellan olhou-me confuso e sentou-se ao lado de Rob. Um senhor de fatinho veio a nossa mesa bastante apressado e um pouco nervoso, talvez tivesse reconhecido o Rob e o Kellan.
-“Good afternoon gentleman’s, what you go wish?” (Boa tarde senhores, que vão desejar?) – Perguntou com uma voz finíssima e com uns tiques que faziam lembrar o “Castelo Branco” … Os rapazes olharam para mim e para a Sara para que fizéssemos o pedido.
-“Hum... I want lasagna! I’m really hungry!” (Hum… Eu quero lasanha! Estou cheia de fome…) “And can be a coke too!” (E uma Coca-Cola sff) – Pedi rapidamente ao larilitas (que não tirava os olhos do meu Robert e do Kellan) porque era mesmo aquilo que me apetecia (tal como a vontade de doces na noite passada).
-“And you Sarocas?” (E tu Sarocas?) – Perguntou-lhe carinhosamente o Kellan.
 -“I want cod with cream and a 7up please.” – (Eu quero bacalhau com natas e uma 7up por favor) – Pediu ela contendo uma boa gargalhada devido à figuraça do lélé!
-“ I want cod too… Oh, and bring me a Coke!” (Também vou comer bacalhau… Ah e traga-me uma Coca-Cola!) – Pediu Kellan
-“And for you Mr.?” (E para si senhor?) – Dirigiu-se o Garçon ao (meu) Robert.
-“I want fish & chips, please... And a coke too.” (Quero “fish & chips” sff… E uma Coca-Cola.) – Despachou-o incomodado com o olhar fixo do empregado que foi rapidamente para a cozinha abanicando-se.
-“Rob, my mistake or that little princess was making up at you?” (Rob, foi impressão minha ou aquela bicha estava a fazer-te olhinhos?) – Zumbou-o Kellan.
-“Wasn’t just for me, don’t think!” (Não era só a mim não penses!) – Replicou o Rob.
-“Gosh Rob, it’s just what I need: One gay in the competition!” (Credo Rob, era só o que me faltava agora: Um gay na concorrência!) – Disse Sara batendo na madeira da cadeira.
-“Be careful, he may steals you Kellan!” (Tem cuidado que ele ainda te rouba o Kellan!) – Alertou Rob.
Demos toda uma gargalhada excepto o próprio Kellan.
-“Nobody can steal me from Sara!” (Ninguém me pode roubar da Sara!) – Proferiu amuado –  “Because I belong to her!” (Porque eu sou dela!)
-“Not even that sexy bomb?!” (Nem mesmo aquele pão?) – Provocou Rob fazendo sinal para o garçon que atendia agora outra mesa…
-“I only don’t broke you a tooth because I promised Sarocas that I will control my reactions, but since you like so much the “princess” you can stay with him, you got free way!” (Só não te parto um dente porque prometi á Sarocas que ia controlar as minhas reacções, mas já que gostas tanto do paneleirito fica com ele, tens o caminho livre!) – Respondeu calmamente…
-“No, let it be, I‘m satisfied!” (Não, deixa lá, eu já estou bem servido!) – Disse Rob olhando-me nos olhos… Sorri e desviei o olhar para não cair na tentação de atravessar a mesa e saltar para cima dele…
Foquei a “bichazita” e entrelacei discretamente as minhas pernas nas do Rob ao que ele me sorriu. Foi então que de repente um grupo enorme de miúdas entraram no restaurante e percorrendo com o olhar as mesas enlouqueceram ao olhar para a nossa.
 
P.V. Sara
 
-“Ups, seems that somebody go have to give autographs!” (Ups, parece que alguém vai ter que dar autógrafos…) - Provoquei os rapazes assim que avistei um bando de miúdas a vir na nossa direcção.
Toda a gente parou de comer ou de fazer seja lá o que fosse para nos fitar.
-“You need pens?” (Precisam de canetas?) – Provocou por sua vez Ângela
-“Enjoy enjoy, in the future are the “Miss Pattinson and Lutz” signing autographs…”  (Gozem gozem, não tarda muito são as "Miss Pattinson e Lutz" a dar autógrafos...) – Disse o Rob alto demais.
-“He confirmed, he confirmed ladies!!” (Confirmou meninas!!) - Proferiu em histerismo a que aparentava ser a "líder" do grupo. – “He confirmed!!! Are their girlfriends!” (Ele confirmou!!! São as namoradas deles!!!)
-“Oh NO !! You don’t know how to be in silent for a while ?” (Oh não! não sabes estar calado de vez em quando ?) -Ralhou Kellan deitando as mãos à cabeça.
Eu e Ângela olhávamos de lado uma para a outra, disfarçando um sorrisinho… podia apostar que estávamos as duas a pensar no mesmo.
As miúdas continuaram a aproximar-se... até que pararam junto da nossa mesa.
-Cof Cof!! - Tossiu propositadamente a tal "líder"  visto que nós nos fingíamos distraídos... Robert olhava para o menu, o Kellan mexia no telemóvel, a Ângela olhava para as suas unhas e eu "brincava" com as minhas pulseiras...
- COF COF! - Voltou a tossir ao que todos olhámos para elas. A miúda abafou um gritinho histérico ao olhar para Robert e Kellan, ignorando-me a mim e à Ângela.
 - “Hi, you need something?” (Olá, precisam de alguma coisa?) -Perguntou prestável o MEU Kellan.
- “Y…Yy…Yyy…YES, yes, we need…” (S....Ss....Sss... SIM, sim, precisamos...) -Gaguejou a rapariga dirigindo-se ao Rob... – “We have a fan club of Mr. Pattinson, and we really liked if you can give us an autograph, and if wasn’t ask too much, a photo too. (Nós temos um clube de fãs do Sr. Pattinson, e gostávamos muito se nos pudesse dar um autografo, e se não for pedir muito, uma foto também!)
O Robert olhou-as de lado e fitou-nos. A Ângela encolheu os ombros como que em resposta ao que ele rapidamente as "atendeu".
- Humm... “Yes, of course!” (Sim, claro!) - Aceitou sorrindo e olhando para as rapariguitas histéricas.
- “Yeesss! Thank you very much, we love you!” (Siiiiim! Muito obrigado, nós amamos-te!) -Vibrou a miúda dando pulinhos de alegria tal como as outras.
Robert esticou o braço e assinou cada pedacinho de papel que puseram à sua frente, sempre com um sorriso de deixar qualquer uma K.O.
Até que uma das raparigas abusou e o sorriso se desfez...
- “Excuse me!” (Com licença!) - Pediu a rapariga colocando a mão no cabelo do Robert.
Eu sentia a Ângela a "fervilhar" ao meu lado.
Depois da sessão de fotos e autógrafos que o Rob e o Kellan acabaram de dar (sim o Kellan também, elas aproveitaram logo), uma rapariguita pousou a revista na qual nos aparecíamos em cima da mesa e deu-me uma caneta para a mão sorrindo.
-Oh, so sweet! The pen is beautiful, thank you! (Ah que querida! A caneta é linda, obrigada!) - Agradeci sorrindo e guardando a caneta na minha mala ao que a rapariga me parou.
- “No!” (Não!) - Disse rindo. – “Sign please!”  (Autografa por favor!)
- “Excuse me?!” (Desculpa, repete lá!!!) -Pedi com receio que o que estivesse a ouvir fosse fruto do meu não uso dos cotonetes nestes últimos dias...
-“Can you give me an autograph?” (Podias dar-me um autógrafo?) -Repetiu ansiosa.
"Hum, ok afinal os meus ouvidos estavam limpos".
 Olhei para os rapazes que se esforçavam para não dar uma gargalhada e tentei fazer o que eles tinham feito anteriormente... Só havia um pequenino problema…: Eu não tinha ainda uma rubrica! Calmamente, e sorrindo, disse que sim, puxei a revista e assinei, ou melhor, inventei uma assinatura bem por cima da minha foto com o Kellan de mãos dadas.
- “Thank you so much!” – (Muito obrigada!) -Agradeceu passando em seguida a revista à Ângela que ficou com cara de parva a olhar para a revista.
- Vá lá cunhadinha!! Que esperas?! Assina! - Incentivei-a.
Porém ela "vidrou" a cara do Robert.
Este sorriu-lhe e abanou afirmativamente a cabeça...
A Ângela pegou então tremulamente na caneta e após uns segundos de reflexão fez uns rabiscos, levantou a revista e admirou-a realizada, tal como uma artista olha para a sua obra de arte.
 
P.V. Kellan [Especial & Traduzido]

Após as histéricas saírem (deixando a Sarocas e a Ângela coradíssimas!) eu e o Robert desatámos a rir e eu dei a mão à minha - oficialmente minha! - Sara, mesmo por cima da mesa. As pessoas continuavam a fitar-nos (assim como o larilas).
Lembrando-me que não podia fazer aquilo em público disfarcei fingindo que estava apenas a ver o seu anel. A comida foi então servida... sempre pelo "demasiado" simpático empregado que se sentou propositadamente na mesa ao lado da nossa e continuou a olhar para mim e para o Robert até ser chamado pelo suposto gerente do restaurante.
-Então meninas? Foi o vosso primeiro autógrafo? -Perguntou-lhes o Rob tentado quebrar o silencio...
- Hum hum! - Proferiu a Ângela devorando a comida  a um ritmo alucinante.
-Vão-se habituando... -Alertei, colocando uma garfada do bacalhau na boca.
-Até foi giro! -Confessou a minha babe
- Ainda bem que gostaste amor! Faço planos para que dês muitos mais... - Confessei à minha babe (sim uma indirecta!).
-Pois, foi giro… um! Agora não estou a imaginar muitos mais. - Cortou-se!
-"Teria ela entendido a minha indirecta?! Humm talvez não…"
A Ângela parou de comer e fitou-me rindo-se de mim... ou melhor da minha "barra"! Tanto o Robert como a minha Sarocas a fitaram como se estivesse... doida?!
Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Capitulo 33 - (P.V. Robert & Kellan [Especial & Traduzido] + P.V. Sara & P.V. Ângela)

 

P.V. Robert [Especial & Traduzido]
 
Depois do lanche da meia-noite, e do sucesso do chocolate quente do Kellan, que deixou todos de boca aberta, ou melhor de água na boca, fomos cada “casal” para os seus aposentos … Eu e a Ângela dormimos (e não só) no sofá.
 
*
 
Já de manhã, quando o Sol entrou pelas enormes janelas da casa, ainda com a Ângela a dormir nos meus braços, pus-me a "fazer contas" aos dias...
Ora, supostamente o Kellan e a Sara iam ali ficar durante 3 dias... Pelas minhas contas esses 3 dias acabavam...
          - Hoje! - Gritei admirado, acordando-a (sem dar por isso).
          - "Como passou tão depressa!?" - Pensei admirado.
Sentia-a mexer-se nos meus braços e virar-se para mim.
          - O que aconteceu? - Perguntou-me ensonada ao que eu não consegui controlar o riso. Em resposta levei um estalo no peito.
          - Qual é a graça, hum!? - Irritou-se abrindo os olhos.
          - Nenhuma querida... Bom dia! - Saudei-a num tom melódico.
          - Bom dia! - Saudou-me por sua vez com um enorme sorriso e prendando-me com beijos.
            - É hoje... - Informei-a.
            - É hoje o quê? - Interrogou-me confusa.
            - Querida, hoje temos de voltar para a cidade... hoje tu voltas para o hotel... - Elucidei-a suspirando.
Ela engoliu a seco e respondeu desanimada.
          -Hum, já?
Assenti com a cabeça...
          -Oh, então... é a ultima vez que vamos... estar juntos? -Perguntou cuidadosamente.
          -Quê?! Não! CLARO que NÃO! Isso é... impossível! Não pode!!! -Respondi exaltado com aquela sua ideia.
Ela respirou de alívio e agarrou-me com toda a força... Apertei-a também contra mim e respirei fundo, desfrutando do seu toque, do seu odor delicioso e da sua pele macia...
 
P.V. Kellan [Especial & Traduzido]
 
Avancei a passos pesados até à sala... sentia-me cansado... com olheiras.
          - COF COF. - Tossi ao avistá-los no meu sofá (de novo) aos beijos e nem-quero-saber-mais-o-quê! - Isto agora é uma festa hum!? Já nem dormir descansado se pode!? - Confrontei-os mal-humorado.
          - A coisa não está fácil não é Kellan?! - Zumbou-me o Rob. - Bom dia também para ti! - Ironizou com um sorriso irritante na cara.
          -Pois, pois... Quero esse sofá arrumado! Partimos hoje! -Informei arrastando-me até ao frigorífico
          -E essas olheiras Kellan?! Foi a Sara que não te deixou dormir?! -Perguntou sarcasticamente a Ângela...
          -Hey tira-me dessa história cunhadinha! -Respondeu Sara aparecendo também na cozinha... -Bom dia amor… - Saudou-me com um beijo ao qual eu correspondi.
          -Ui, hoje está tudo muito simpático... -Ironizou Robert - O "Bom dia" ficou na cama foi?
          -Nem me digas nada... Já viste as nossas olheiras?! Isto tudo por vossa causa! - Acusou a minha Sarocas
          - Por nossa causa?! - Repetiu Robert, o que a minha menina acabava de proferir.
          -Exactamente menino Robert Pattinson!! Os vossos "barulhos esquisitos" durante a noite não nos deixaram dormir... -explicou-lhe
          -Define "barulhos esquisitos" - Provocou Robert
          -Queres que te faça um desenho? -Zumbei
          - Ahhh... COF COF... barulhos, esquisitos... pois, estou a entender... - Subentendeu Ângela corando.
          -Eu não ! Faz lá o desenho Kellan... - Insistiu Robert ao que lhe respondi mostrando-lhe o dedo do meio...
          - Quem não tem faz com o dedo... - Provocou-me.
          -Oh amor por acaso ele tem... -Defendeu-me Ângela ainda coradinha... Rob fitou-a com aquele seu ar de parvo levantando a sobrancelha,
          -E eu que o diga! - Reforçou Sarocas piscando-me o olho...
          -Mas, espera lá Ângela… Como é que tu sabes?! -Perguntei-lhe reflectindo nas suas palavras
          - Hum... bem... COF, eu estava ontem à noite ainda e... ia à casa de banho, mas ela estava "ocupada" por... dois corpos nus... se é que me entendes... - Confessou atrapalhada.
Começámos todos a rir à gargalhada.
          -Sim, estou recordado dessa cena... -Concordei
          -Vês Kell!? Eu disse que ela nos tinha visto!! - Refilou Sara fazendo a sua carinha de teimosa
          - Sim sim amor, mas agora e que tal irmos para o hotel?! Vocês têm de se despachar.... - Sugeri.
          - Para quê?! - Perguntaram as meninas em uníssono.
          - Temos um almoço à espera... E as gravações de Breaking Dawn!! - Afirmei sorrindo.
          -Gravações?! Humm pois é! Oh, vão demorar muito ? -Perguntou a minha babe desanimada...
          -Hum?! Porquê amor? Não queres vir? – Estranhei.
          -O quê!? Posso ir?! -Perguntou entusiasmada
          -Claro, vão as duas connosco! -Respondeu-lhe Robert
          - Sim!!! Então vamos despachar-nos vamos, vamos, vamos! - Gritou entusiasmada a Ângela que começou a empurrar o Robert do sofá.
 
*
         
Após uns minutinhos (nos quais deixámos a cabana limpa e em ordem) fizemo-nos à estrada em direcção ao hotel das meninas. No caminho passamos pela bomba de gasolina para depois, depositarmos no carro do Robert que estava na berma da estrada no qual o Robert e a Ângela seguiram atrás de nós para o Hotel.
          -Chegámos babe! - Informei ao chegarmos em frente ao hotel...
          -Então passas a buscar-nos logo? – Perguntou-me tirando o cinto.
          -Passo Sarocas, manda toque assim que estiverem prontas, ok?
Ela abanou a cabeça em confirmação e beijou-me fervorosamente, como se fosse sentir saudades.
Sorri e puxei-a antes que ela saísse do carro:
          -Amo-te! - Proferi olhando-a nos olhos.
          -Amo-te mais! -Provocou mostrando-me a língua, a qual eu mordi em seguida.
          -Deixa-me ir Kell, tenho que me despachar lembras-te? – Argumentou.
          -Sim sim, vai lá babe, até logo. - Despedi-me.
Sara saiu apressada e correu para hotel, piscando-me o olho antes de entrar...
 
P.V. Sara
 
Eu e a minha cunhadinha entrámos no hotel sobre o olhar de vários curiosos...
          -Estou assim tão mal? - Questionei-lhe
          -Humm... -Analisou olhando-me de alto a baixo... -Não! Só estas com uma t-shirt que te faz de vestido e com uns boxers tapados pela t-shirt num hotel de 5 estrelas... -Tranquilizou-me sarcástica. -E eu?
          -Igualmente - Respondi dando uma gargalhada.
- "Good Morning girls!" (Bom dia meninas!) - Cumprimentou-nos o perna longa. - "Where have you been!?" (Onde têm estado?!) - Interrogou-nos percorrendo os nossos corpos com o olhar.
          -“Hi! We... get lost! And two really nice guys helped us…” - (Olá! Nós... Perdemo-nos! E dois rapazes muito simpáticos ajudaram-nos) -Inventei com o maior dos sorrisos.
O perna longa ergueu a sobrancelha e Ângela desmanchou-se a rir.
          -“We go to our room… We're really tired!” (Nós vamos para o nosso quarto! Estamos muito cansadas) -Menti mais uma vez puxando a Ângela pelo braço e continuando andar…
          -“Hey, misses! You Have a…” (Hey, meninas! Voces têm uma...) -Tentou dizer o perna longa
          -“Not now! We need to rest!” (Agora não! Nós precisamos descansar) -Interrompi esperando que ele me disse-se que tínhamos múltiplas chamadas das nossas mães…
          -“But...” (Mas...) -Insistiu
          - “LATER!” (Depois, mais tarde...) -Gritei antes da porta do elevador se fechar.
          - Que chato!! – Comentou a Ângela.
          - É ele e a minha mãe! Adivinha quantas chamadas tinha no telemóvel! – Desabafei.
          - Então e a minha!? Eram 22 chamadas e 7 mensagens! Que melga! -Queixou-se. - Sem contar com o meu pai...
          - Mas é que tu é só da tua mãe e do teu pai! Eu é da ‘mami’, do ‘papi’ e do meu irmão!! – Queixei-me também.
            - Bolas... Nós vamos ter de lhes ligar... - Proferiu a Ângela suspirando.
          - Mesmo! - Concordei.
Porém uma voz masculina interrompeu a conversa quando a porta do elevador se abriu:
          - Não é necessário… - Proferiu o “tal” homem.
Fitei-o de costas... Ombros largos, cabelo encaracolado... A porta do elevador voltou a fechar-se connosco os 3 lá dentro: Eu, a Ângela e o meu...
          - Mano?!? - Apercebi-me quando se voltou de frente para nós. -Que raio fazes tu aqui!?
          -E que raio fazes tu sem ser aqui?! -Perguntou olhando-me. -E essas roupas?!
          -Então... estava a passear! Não ia ficar no hotel fechada né’?! As roupas são minhas, de quem haveriam de ser?! Mas que fazes aqui?! -Perguntei parva da minha vida... Ele não podia ficar cá, não agora que estava a viver o momento mais perfeito da minha vida!
          -O homem da recepção disse-me que não dormiram cá! Não sabia que gostavas desse tipo de roupa… - Confrontou-me.
          - Ãh ? Claro que dormimos... O teu inglês é que não é lá muito bom Pedro!! Este é o estilo de cá, nova tendência, camisolas assim largas... – Menti.
          -E de homem?! – Observou.
          -Sim, é a moda! Não percebes nada!! Mas diz-me lá o que fazes aqui!!!! – Insisti.
          -Não posso?! Eu é que sei, apeteceu-me vir visitar-te! – Exaltou-se.
          -Visitar-me? Não será antes: Controlar-me?! – Exaltei-me por minha vez também.
 
          -Deves pensar que não tenho mais nada que fazer! Já não se pode vir passar férias?! – Perguntou-me.
          -Poder podes! Mas... humm... vais ficar neste hotel?! - Perguntei enquanto saíamos do elevador...
          -Vou ligar a minha mãe Sarinha... – Informou a Ângela afastando-se de nós.
 
P.V. Ângela
 
Estávamos feitas... o pouco que conheço do irmão da Sara ele é... bem, ele é um "pouco" controlador (de mais!).
Afastei-me então deles e liguei para a minha mãe.
Após 2 (ou 3) toques a minha mãe atendeu o meu telefonema.
          - Mã... - Tentei começar, porém fui interrompida.
          -Ângela Almeida onde é que andas?! O que fizeste ao telemóvel?! Só te dignas a ligar agora?! -Bombardeou-me de perguntas.
          - Mãe... tem calma... Estive numa zona sem rede! - Tentei acalmá-la.
          -Diz-me que zona é essa que eu não estou a ver!! Podias ter avisado antes não é? – Perguntou-me nervosa.
          - Foi... Mãe, não foi planeado! - Expliquei.
          -Mas então diz-me lá onde andaste! Eu e o teu pai estávamos preocupados... – Continuou a “dramatizar”.
          - Hum... - Hesitei. - Mãe... eu conheci o Robert...
          -O Robert? O Robert Robert? Aquele Robert dos posters no teu quarto? -Perguntou confusa.
Realmente tal coisa parecia impossível...
          - Sim mãe... o Robert Pattinson... - Afirmei
          -E tens um autografo pelo menos? – Interrogou-me.
          - Tenho mais que isso.... - Desabafei lunaticamente.
          -Quê? Não me digas que tens uma foto?! – Tentou adivinhar.
          - Não... escusas de tentar adivinhar porque não te passa pela cabeça... - Continuei a "desbobinar".
          -Então diz-me tu, não é filha?! -Perguntou impaciente
          - Hum... Mãe... Eu e o Robert conhecemo-nos "mesmo"... - Tentei ser explícita.
          - Onde?! Define: "conhecer mesmo"... -Insistiu
          - ÂNGELAA!!!! - Ouvi a Sara a chamar-me.
          - "Mesmo na altura certa!" - Pensei.
          - Hum, mãe tenho de ir... - Comecei por dizer...
          - Ângela? Agora quero saber, diz-me pelo menos onde estiveste! -Exigiu saber.
          - Numa praia da Califórnia. Fui beijinhos, manda cumprimentos a todos! Amo-te mãe. - Despachei-a desligando o telemóvel.
Fui então ter com a Sara e com o seu irmão pensando nas explicações que ia ter de prestar à minha mãe quando chegasse a Portugal…
 
P.V. Robert [Especial & Traduzido]
 
Olhava para o relógio, vezes e vezes sem conta... tal como o Kellan, que me fazia companhia num bar perto do hotel das nossas raparigas, fazendo tempo para se despacharem... Porém já passara imenso tempo e nem um único toque para que as fossemos buscar.
          -Vou ligar-lhe... -Acabou por dizer Kellan pegando no telemóvel.
          -Que chato, larga o telemóvel, deixa as miúdas prepararem-se em paz! – Critiquei-o.
          - E se elas não se tiverem sequer preparado!? - Dramatizou o Kellan. - Eu estou preocupado!
          - Páras de ser gay?! Eu já mando SMS à Ângela! – Tentei acalmá-lo bebendo mais um golo da minha cerveja.
          - Ahh mas tu podes mandar, se for eu já sou o gay chato né’?! – Contestou.
          -'Tá calado pah! Então manda lá tu SMS à "tua" Sarocas! –Provoquei-o.
          -E mando sim!! -Respondeu amuado
Pegou então no telemóvel e mandou a sua SMS. Foi então que umas revistas que estavam em cima do balcão me suscitaram curiosidade... peguei numa delas e...
          - KELLAN!! - Berrei.
          -Quê?! Não me disseste que podia mandar SMS à Sarocas?! -Refilou
          -Não é isso!! Olha para esta revista!! - Ordenei colocando-a em frente do seu telemóvel.
          - WTF?! Como é que é possível!? Eles… eles viram-nos!? - Perguntava o Kellan super furioso e admirado (tal como eu). Sem proferir mais nada larguei tudo e arrastei o Kellan até ao automóvel para irmos ter com a Ângela e a Sara.
          -Como achas que elas vão reagir? -Perguntei-lhe.
          -Hummm... Boa pergunta men! – Respondeu-me pensativo.
 
P.V. Sara
 
Não podia acreditar! Mais irreal que conhecer (e muito bem) o Kellan era ter lá comigo o meu irmão!! Ok, talvez não, mas era bastante estranho...
          - Sara... Queres-me explicar o que se passou com o telemóvel?! - Começou o meu mano, após se ter instalado na sua suite mesmo ao lado da nossa.
          -Ah não sei… Quer dizer, fiquei sem rede! deve ser de estar aqui tão longe! -Menti
          -A mamã diz que se fartou de ligar para ti, mas como eu vinha cá ela nem se preocupou muito... -Explicou-me
          -Humm pois e tu chegas-te quando?
          -Cheguei agora mesmo né’ croma?! – Respondeu-me zumbando-me.
          -Ah sim, claro! E vais ficar cá ate quando? -Perguntei impaciente para o despachar e ir ter com o Kell...
          -Vou depois contigo não te preocupes! -Respondeu!
          - "Ui que preocupação realmente" - Pensei irónica
O meu telemóvel tocou, era uma SMS... do Kellan!
          "Hi babe, are you ready? I'm miss you already :D quickly okay? LY" ("Olá babe, estás pronta? Já tenho saudades :D Rápido sim? LY"
          -Pois, sabes... Eu agora vou sair... com a Ângela! -Informei o meu irmão enquanto respondia à SMS do Kellan...
          - Pois vamos! - Disse a Ângela saindo da nossa suite vestida, com um sorriso na cara e pronta para ir ter com eles.
       -Ah tu não conheces a Ângela… Ângela este é o Pedro, mano esta é a Ângela... -Apresentei.
Eles lá estiveram a falar... Enquanto eu fui para a nossa suite para tomar duche e vestir-me também...
Entretanto recebi outra SMS do Kellan que dizia:
          "Babe, you won't belive in this!!! I have a magazine in my hand, and i'm about to blow! Me and Rob we're waiting for you in front of the Hotel!Like you more than "Gummy Bears" :P" ("Babe, não vais acreditar nisto!!! Tenho uma revista nas minhas mãos e estou prestes a rebentar! Eu e o Rob estamos em frente ao hotel à vossa espera! Gosto mais de ti que de "Gummy Bears" :P)
Não pude deixar de me rir ao ler a SMS e preparei-me à velocidade da luz!
          -"Que poderia ter uma revista de especial?! Não devia ser uma notícia tão bomba como a de ter ali o meu irmão!" - Pensava curiosa.
Quando finalmente me despachei, puxei a Ângela e descemos para a frente do hotel o mais rápido que conseguimos deixando o meu irmão a "pregar".
Rapidamente entrámos no carro do Rob e arrancámos fugindo aos malditos paparazzis que parece que haviam-se instalado à porta do hotel…
          - “So, what's up?” (Então, o que aconteceu?) - Perguntei ofegante
          - “Look honey just see who's in the front page in this magazine...” (Olha amor vê só quem está na capa desta revista...) -Disse dando-ma para a mão
A minha expressão foi... Ficar a olhar para aquela revista com cara de "parva".
          - Sariinha!? Que se passa!? Também quero ver! - Pediu-me a Ângela do lugar de co-piloto arrancando-me das mãos a revista.
          -OH-MY-FUCKING-GOD!! - Consegui dizer a custo…
Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2010

Capitulo 32 – P.V. Kellan [Especial & Traduzido] + P.V. Ângela & P.V. Sara

 

P.V. Kellan
 
- WTF?!? Diz lá a má!! - Pedi assustado.
- Bem, a má é que estou com o menstruação… A boa é que vais poupar os preservativos nos próximos dias – Informou-me.
Fiquei imóvel durante 7 segundos e lá reagi muito a custo
- Deves estar a brincar comigo! Eu sabia, eu sabia que ainda não era desta! Fuck fuck fuck – Disse atirando com as almofadas que ali estavam…
A Sara fitou-me admirada como se temesse a reacção que acabara de ter. Após reflectir sobre o que fizera reparei nos seus olhos prestes a chorar…
- Hey amor anda cá, desculpa! – Lamentei levantando-me e agarrando no seu rosto para limpar as suas lágrimas traiçoeiras. – Tu não tens culpa bebé, eu é que sou um anormal!
-Cada vez mais acredito que só me queres para levar para a cama… - Desabafou ela soluçando.
- Sarocas!! Ofendes-me ao pensar nisso sabias? Eu posso ser tudo, mas não sou homem de fazer isso… a ninguém! – Defendi-me.
Eu entendia os receios dela, pelo menos era cuidadosa, mas para além do meu desejo sexual por ela, estranho dizer, eu amava-a!!
-Amor pode-te custar a acreditar… Mas eu sou louco por ti! Eu, eu… Amo-te! – Declarei-me timidamente.
 Sara olhou-me nos olhos…
-Então prova-o! É que com essas atitudes convences-me de que aquilo que sentes é amor físico! E esse eu dispenso… - Disse virando-me as costas e saindo do quarto.
Fiquei a reflectir nas suas verosímeis palavras e cheguei à conclusão de que tinha que mudar as minhas reacções exageradas. Prometi a mim mesmo que me ia controlar e fui ter com a minha miúda à casa de banho.
-Amor… e agora quanto tempo vai durar a menstruação? Tens pensos? – Perguntei atrapalhado tentando mostrar-me preocupado.
-Não não tenho, o que é um problema! Dura 5 dias… -Respondeu-me.
Tentei não me engasgar quando ela disse “5 dias” e comecei a relembrar um acampamento antigo que eu, a Ashley e mais uns amigos organizamos ali na cabana, recordo que numa aposta qualquer combinamos esconder o necessaire da Ashley… Ela andou dias a procurara e a reclamar connosco… Se bem me lembro nunca lhe chegamos a dizer onde estava…
-Bebé, vai ali aquele vaso ao lado do chuveiro e vê o que tem lá dentro sff! – Pedi-lhe apontando para o dito cujo.
Ela assim o fez: levantou-se, tirou o necessaire e abriu-o.
-Hum… Tem maquilhagem, um espelho…tampões e pensos! Perfeito! – Comunicou-me, porém voltou atrás com a sua palavra…
-Queres-me explicar como tens um necessaire de mulher na tua cabana?! –Exigiu-me uma explicação…
-Toma banho e arranja as… tuas coisas… È uma longa história, conto na cama para ter-mos algo que fazer. - Disse beijando-a e preparando-me para sair da casa de banho…
-Hey, podes fazer-me companhia se quiseres… -Propôs ao que eu delirei com a ideia…
-Posso? – Perguntei inocentemente…
-Claro – Concordou com um sorriso meigo.
Voltei a beija-la e liguei a água quente…


P.V. Ângela
 
O Robert preparava-se para recomeçar o que havia sido interrompido quando eu o parei.
- “Robert, stop! I’m tired and hungry.” (Robert, pára! Estou cansada e esfomeada) – Pedi retirando-o de dentro de mim.
- “Whatever you want baby, let’s eat something!” (Como queiras baby, vamos comer algo!) – Compreendeu beijando-me a testa. Robert deu um salto ate á rua e voltou com as roupas que rapidamente vestimos.
- “What you want to eat?” (Que queres comer?) – Perguntou-me abrindo o frigorífico e espreitando lá para dentro.
- “Candys please! I wish to eat a lot of candys, it can be chocolate or something like that…” (Doces por favor! Eu desejo comer muitos muitos doces, pode ser chocolate ou alguma coisa parecida) – Pedi-lhe abraçando-o…
Ele sorriu perversamente e beijou-me, seguidamente fechou o frigorífico e abriu uns armários…
- “Humm let me see what Lutz has in here…” (Humm deixa-me ver o que o Lutz tem por aqui…) – Pediu-me.
- “Thanks, I need to go to the bathroom…” (Obrigada, eu preciso de ir á casa de banho…) - Disse dirigindo-me para ela.
- “Quickly!!” (Rápido!!) –Gritou Rob quando eu já entrava na casa de banho…
- “OH shit! Oh my gosh, I’m sorry!” – (Oh merda! Oh meu deus, desculpa) -Gritei atrapalhada fechando a porta. Acabara de ver o Kellan da Sara sem roupa!!!
- “Oh, that was really quickly!! What’s happened? Sweety?” (Oh, isso é que é rapidez!! O que aconteceu querida?) – Perguntou-me Rob, ao ver a minha cara de parva.
- “OMG, poor Sara!” (OMD, coitada da Sara) – Lamentei ainda em estado de choque!
- “What? Why?” (O quê? Porquê?) –Perguntou-me confuso…
- “He has a big…” (Ele tem uma grande…) –Comecei a desbobinar, porem arrependi-me:
- “Forget it!” (Esquece!)
- “Wtf?! You see… His…?!?” (Wtf?! Tu viste o seu…?!?) _Perguntou Rob
- Hum hum… - Confessei envergonhada.
- “How that happenned?” (Como é que isso aconteceu?) –Perguntou-me nada contente…
- “So… I went to the bathroom and they were naked!!” (Então… Eu ia a casa de banho e eles estavam nus!!) –Confessei embasbacada…
Rob deu uma gargalhada e fez-me sinal para me sentar a mesa…
-“I prepare you hotchoc and some candys that Kellan have here… Do you like it?” – (Preparei-te chocolate quente e algumas guloseimas que o Kellan tinha aqui… Gostas?) – Perguntou-me com o mais perfeito dos sorrisos.
- “Of course I like it! Omg, thank’s honey…” - (Claro que gosto! Omd, obrigada amor…) – Agradeci babando com tudo aquilo…
 
P.V. Sara

Depois de tomar um banho perfeitamente normal e de vestir umas roupas perfeitamente normais (ironia), eu e o “meu homem” juntámo-nos ao Rob e à minha cunhadinha.
         - Huuum, Gummy Bears!!! – Gritou o Kell de histeria ao vê-las na mesa (tal e qual um puto).
         - “Hey you almost have na orgasm! Are just gummys men! (Ei quase tiveste um orgasmo! São só gomas homem!) – Zumbou-o Robert.
         - “Shut up!” (Cala-te!) – Ordenou o Kell envergonhado agarrado ao pacote das Gummy Bears, só para ele.
         - “Robert, can you make another hotchoc for me please?” (Robert podes fazer outro chocolate quente para mim por favor?) – Pedi sentando-me ao lado da Ângela.
         - “Sure!” (Claro!) – Concordou.
         - “Isn’t necessary, i make you babe!” (Não é preciso, eu faço babe!) – Ofereceu-se o Kellan.
         - “Are you sure?!” (Tens a certeza?!) – Perguntou Robert.
         - “Yes, I’ve! Why?! (Sim, tenho! Porquê!?) – Respondeu determinado.
        
- “Nothing… The oven it’s all yours...” (Nada… O fogão é todo teu…) – Disse o Rob fazendo sinal para o dito cujo.
         - “You want some help babe?” (Queres ajuda babe?) – Ofereci-me temendo um incêndio na cozinha.
         - “Don’t worry honey, I know what I’m doing…” (Não te preocupes amor, eu sei o que estou a fazer…) – Tranquilizou-me (ou pelo menos tentou!).
         - “Whatever!” – Respondi tirando uma bolacha e trincando-a.


Parabéns à FanFic!! 2 Mesiinhos pessoal, e continuamos juntos!
Um grande OBRIGADO a todos vocês que nos continuam a seguir e a incentivar a escrever dia após dia!
Estamos juntos,

                                 SarAngela

 

P.S.: Que tal o novo visual do blog pessoal?! (;

Sábado, 13 de Fevereiro de 2010

Capitulo 31 - (P.V. Sara + P.V. Robert & Kellan [Especial & Traduzido])

 

P.V. Sara
 
O Kellan foi fechar a porta do quarto e voltou para cima de mim, beijando lentamente cada pedacinho do meu corpo. Aquela lentidão não era normal nele tal como não era normal em mim não estar a gostar da lentidão. O que queria naquele momento era que ele me agarrasse com firmeza como sempre fazia, que me beijasse até ficar ofegante, que me tirasse a roupa toda de uma só vez... Porém, Kellan estava bastante concentrado no que fazia. 
          - "Não, ele não vai ganhar o desafio" -Pensei determinada.
Envolvi o seu pescoço e puxei-o para mim. Seguidamente passei as mãos pelo seu cabelo e tentei fazer o sorriso mais sensual que consegui (acho que não deu muito resultado pois ele ficou a olhar para mim com cara de parvo).
          -“What?” (O que foi?) - Perguntei revirando os olhos.
          -“Nothing... I mean... It's you Sarocas?” (Nada... Quer dizer... ès tu Sarocas?) - Perguntou admirado.
          -“I'm not understanding…” (Não estou a perceber…) - Respondi com sinceridade.
          -“You really wanna do this?!” (Queres realmente fazer isto?!) -Perguntou-me como se tivesse visto um OVNI.
          -“Are you stupid or what? Of course I want... Why? You don't?” (És parvo ou quê? Claro que quero... Porquê? Tu não?) -Respondi mesmo irritada!
          -"Se não quisesse não estava ali"...
          -“You don't want more than I! Belive me!” (Não queres mais que eu! acredita!) -Refutou... – “You drive me all crazy!!!” (Deixas-me todo doido)
Ri a tal desabafo... Ele pegou na minha mão e colocou-a na sua “parte privada”. Senti-me corar...
          -“You see?!” (Estás a ver?!) - Perguntou-me.
          -“Yes, I'm feelling...” (Sim, estou a sentir) - Confirmei tirando a mão – “It means that you are the weaker! I'm not like that...” (Isso significa que tu é que és o fraquinho! Eu não estou assim...)
          -“Hum... Really?!” (Hum.. Mesmo?!) - Perguntou-me como que duvidando.
          - Hum Hum... - Apenas consegui responder.
Nisto ele tirou a minha camisola e beijou o meu busto... descendo para os seios onde beijou, lambeu e mordiscou (coisa à qual o meu corpo apenas reagia sem as minhas ordens) e em seguida divertiu-se com a língua no meu umbigo... Eu estava fora de mim - era incontrolável.
          -"Assim já gosto mais!"- Pensei cá para mim...
          -"It's really true, that you, are not like that?!?!" (Será mesmo, que tu, não estás assim?!) - Perguntou-me enquanto as suas mãos faziam um vaivém sobre as minhas cuecas já húmidas.
          - "Y.. Yes!" (S...Sim!) - Respondi ofegante (a custo).
          - "So ... Looks like I'll have to confirm this ..." (Então... Parece que eu vou ter de confirmar isso...) - Disse-me com safadice e tirou-me as cuecas com a boca prendendo-me as mãos contra o colchão.
Quando por fim me acabou de tirar as cuecas, a sua boca veio ao encontro da minha sugando-me os lábios. Nisto colocou-se na cama diante de mim de joelhos e abriu-me as pernas com jeitinho. Senti-me observada e corei.
Apertou o seu corpo contra o meu. Senti o órgão dele pressionando a minha “pequena entrada” para aquela enorme “anaconda”, separado apenas por um fino pedaço de tecido e trinquei o lábio.
Comecei a sentir uma onda de calor a envolver-me e puxei rapidamente os seus boxers para baixo.
          -"OMFG, que ANACONDA!!! GOSH!!!" - Pensava enquanto admirava aquela ... “coisa”!!!
O Kellan sorriu perversamente e piscou-me o olho, eu engoli a seco só de pensar "naquilo" dentro de mim e tentei expressar também um sorrisinho maroto muito a custo...
          -"Desvia o olhar Sara... Humm... ok fecha pelo menos a boca sim?! OMG, OMG, diz qualquer coisa! Respira fundo..." -Repetia para mim mesma vezes e vezes sem conta...
Kellan porém, não me dando tempo para falar, agarrou no meu rosto e beijou-me fervorosamente, roçando a sua “lagartixa” XXXL na minha “zona íntima”.
Eu já estava toda “doida” e estava confirmadíssimo que ele também… bastava olhar lá para baixo...
          -"Kellan..." - Consegui proferir entre beijos.
          - "What!?" (O que é?) - Perguntou-me (selvático) enquanto continuava a sua distribuição de beijos pelo meu corpo.
          - "Kellan... condoms?!" (Kellan...Preservativos) - Finalmente consegui perguntar pelos preservativos.
O Kellan parou e olhou-me pensativo.
          -"Condoms..." (Preservativos) - Murmurou para ele mesmo tentando lembrar-se de onde estavam e dando-me tempo para respirar.
Levantou-se da cama num pulo fazendo saltitar o seu amiguinho (melhor dizendo AMIGÃO), e foi espreitar no bolso das calças... na cómoda... na mesinha de cabeceira...
          - FUCK!!! - Gritou de desespero não encontrando o raio dos preservativos...
          - "What!? Kellan, please tell me that you know where are the condoms!!" ( O quê!? Kellan, por favor diz-me que sabes onde estão os preservativos!!) - Pedi-lhe não querendo acreditar no que se estava a passar!!
O Kellan saiu do quarto todo nu e enervado e voltou segundos depois ainda nu e ainda mais enervado... andou às voltas pelo quarto e foi ao armário procurar nos bolsos da roupa que lá tinha...
          -“YES!!! I found one, baby!!” (BOOOAA!!! Encontrei um, baby) – Informou-me saltando para cima da cama e encostando-se a mim...
          -“Wanna be you puting it on me?” (Queres ser tu a colocá-lo em mim?) -Perguntou com a sua voz sedutora junto do meu ouvido. Arrepiei...
          -“I take care of you!” (Eu trato de ti!) -Respondi tirando-lhe o preservativo da mão (como já disse anteriormente eu estava doida, não liguem).
Ele beijou-me mais uma vez, trincando-me a língua, e ajeitou-se para trás.
Abri o preservativo com todo o cuidado. Ele estava deitado a fitar-me enquanto a sua "anaconda" estava erguida como uma autêntica antena (uma autentica antena enorme... já mencionei isso antes!?).
Sentei-me sobre os joelhos dele e comecei a desenrolar o preservativo... Comecei a comparar ambos os tamanhos e "rezei" para que o preservativo fosse suficientemente elástico para todo aquele membro pulsante.
Kellan estava de olhos fechados com a cabeça para trás, respirei fundo e toquei levemente com a mão na sua "parabólica" que apontava para mim como que "chamando-me". Reparei no seu sorriso depravado e continuei com as carícias...
A temperatura aumentou bastante, assim como a minha saliva. Não resistindo, aproximei a minha boca daquele monumento e passei a língua na cabecinha da sua "anaconda", o meu Kellan estremeceu e eu parei.
          -“OMG, don't stop...” (OMD, não pares...) – Implorou-me, ainda de olhos fechados.
Senti-me corar e obedeci. Agachei-me de novo junto do seu "material" e peguei nele: toquei, lambi, trinquei... (ok, ok, vou guardar o resto para mim!). O Kellan apertava os punhos e eu sentia-me excitada. Peguei no preservativo, estiquei-o, e quando comecei a colocá-lo no devido lugar ele estremeceu e o preservativo rompeu.
          - “Shit shit shit!” (M**** m**** m****!) – Proferi com o preservativo roto na mão (também não devia ser lá grande coisa!).
          -“Babe wtf have you done?!” (Babe mas que raio fizeste tu?!) – Perguntou Kellan levantando a cabeça para olhar o preservativo inválido.
          -“Honey I swear that I was carefull putting him…” (Amor eu juro que tive cuidado ao colocá-lo.) – Desculpei-me.
          -“Oh babe right now!” (Óh babe logo agora!) – Lamentou-se deitando-me ao seu lado.
          - “It seems that the party is over…” (Parece que a festa acabou…) – Constatei aborrecida.
          -“I think I’ll have to take a shower to see if it back to normal…” (Acho que preciso de um banho para ver se isto volta ao normal…) – Disse ele olhando para o seu “material”.
          -“No, don’t go, don’t leave me alone...” (Não, não vás, não me deixes sozinha…) – Reclamei apoiando a minha cabeça no seu peito.
O meu Kellan beijou-me a testa e tapou-nos com uma manta.
P.V. Robert
 
Estávamos ambos a gostar das carícias dentro das cuequitas da Ângela quando repentinamente se levantou uma forte brisa marítima. Apesar de estarmos bastante quentes, a brisa húmida e fria do mar estava-se a tornar insuportável. Peguei então nela e entrei na cabana, tendo o cuidado de espreitar se eles estavam na cozinha, com o caminho livre avancei e deitei a minha miúda no sofá, recomeçando os nossos afectos. O sofá parecia pequeno demais para nós dois… Dois corpos suados movendo-se em sintonia, os nossos gemidos a sinfonia e os beijos e carícias fomentavam a chama que há muito se havia apagado em mim. Estava tudo perfeito até o Kellan entrar nu na cozinha.
          - Desculpa interromper… - Começou virando-se automaticamente de costas para nós e prosseguindo. – Mas é que queria pedir-te uma coisinha…
          - WTF Kellan?! Agora não é o momento mais apropriado! – Informei mesmo irritado.
         -Eu sei, eu sei, desculpa man mas é que é mesmo importante! – Insistiu.
-Diz lá o que queres - Perguntei, “mortinho” para que ele fosse embora...
          -Tens aí algum preservativo? Perdi os meus pah... -Perguntou-me sem nenhum constrangimento.
A Ângela deu um risinho tal como eu, e depois de alguns segundos a reflectir se contaria ou não a verdade, lá lhe disse:
          -Sim! Devem estar lá fora na praia, no bolso das calças…
Kellan alegremente foi até lá fora apressado voltando rapidamente… A alegria que outrora expressava dava agora lugar a uma expressão de fúria...
          -Não tens nada para me dizer?! -Perguntou-me olhando para o lado com os preservativos na mão
          -Desculpa?! -Proferi devagar enrugando a testa... (Já estava a espera da sua reacção exagerada)
Kellan respirou fundo e começou a falar bem devagar...
          -Rob, estes preservativos são meus! o que faziam eles na tua posse?
          -COF COF!! -Tossiu propositadamente Ângela, que estava por baixo de mim...
          -Ora vejamos... - Comecei irónico. - O que se pode fazer com uma caixa de preservativos e uma mulher, Kellan?!
          -Hum... Rob, essa é fácil… experimenta esta: o que se pode fazer com uma mulher e uma inexistente caixa de preservativos a ser usada pelo melhor amigo na divisão ao lado? – Perguntou-me por sua vez Kellan ironicamente.
          -Ups... Lamento, pensei que não ias utilizar, e além disso eu precisava... - Expliquei-lhe.
          -Se os comprei por alguma coisa foi não achas??? - Começou a exaltar-se.
          - Tem calma pah... não é a "melhor altura" para discutirmos não achas?! - Afirmei sobressaindo o "melhor altura". - Temos aqui a Ângela, sim!?
          -E a Sara! - Disse ela aparecendo na cozinha enrolada a uma manta...
          -E quê?! Achas que fizeste bem?! - Continuou Kellan pondo Sara à sua frente para tapar a sua nudez
          - Sara não olhes!! - Pediu a Ângela envergonhada ainda comigo dentro dela.
          - Não estou nada arrependido... - Disse sorrindo para Ângela que me deu um grande safanão do género "não o provoques!".
          -A tua sorte é que não estás em boa posição para levar um soco! - Ameaçou-me ao que a  Sara olhou imediatamente para ele com olhar reprovador...
          -Vamos para o quarto amor! -Disse virando-se para ele de frente.
          - Nem que estivesse em posição tu não lhe tocavas! - Defendeu-me a Ângela ao que eu abafei um risinho no ombro dela.
         -Claro que não cunhadinha... - Concordou Sara.
-Sai daí que tu vais ver... -Ameaçou-me novamente Kellan.
          -"Ai, aquele rapaz é mesmo nervoso!" – Pensei.
Desatei a rir... Não me perguntem porquê, porque eu também não sei... acho que me ria devido a toda aquela situação.
Kellan olhou-me de lado… Rapidamente a Sara colocou os braços em volta do seu pescoço e começou a dar-lhe beijinhos para o acalmar... Pelos vistos estava a resultar!
          -Já sei quem chamo se precisar de te acalmar, man! - Disse ainda com o ataque de riso instalado em mim.
          - Robert... está caladinho, sim!? E pára de te mexer que me incomodas. - Pediu-me a Ângela dando-me uma chapadinha no peito.
          -Uii nem quero imaginar o que está a acontecer aí desse lado do sofá! -Afirmou a Sara ainda agarrada ao Kellan - Amor vamos para o quarto, vá lá...
Kellan lançou-me um esgar e sussurrou qualquer coisa no ouvido de Sara, (provavelmente algo bem maroto pois Sara corou) e em seguida foram os dois para dentro...
 
P.V. Kellan
 
Depois do meu momento de pura raiva apercebi-me de que tinha os preservativos! Nada podia correr mal, era agora ou nunca! Estava radiante… A Sarocas bateu a porta do quarto com força ao que eu a olhei…
          - Upss… - Proferiu deixando cair a manta que a cobria propositadamente no chão.
Devorei o seu corpo com o olhar e senti o meu “Zé” subir inconscientemente. Estiquei os braços para a agarrar, porém ela afastou-me e fez-me sentar na cama.
          -“ Ui aquilo prometia!”
Coloquei-me numa posição confortável e fiquei quieto a olhá-la.
          - Amor, dá-me só um minuto para ir ao W.C. – Pediu-me a Sara com uma cara assim a dar para o estranho, ao que eu acedi.
          -“Coisas de mulheres!” – Pensei. – “Têm sempre de ir à casa de banho nestas alturas…”
Aproveitei a sua ausência para colocar o preservativo, não me podia arriscar a perder mais um… Ia precisar deles.
A Sara voltou passado uns bons minutos, ainda mais estranha e trazia uma toalha enrolada a si.
          - Amor que fazes com a toalha?! Estou prontinho para ti! – Comuniquei-lhe radiante.
          - Hum, Kellan, tenho uma boa e uma má noticia, qual queres ouvir primeiro? – Informou-me ao que eu a fitei.
Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010

Capitulo 30 - (P.V. Sara & Ângela + P.V. Robert & Kellan [Especial & Traduzido])

 

P.V. Robert [Especial & Traduzido]
 
Dirigi-me para dentro e pus as 2 lasanhas na mesa.
Tinham bom aspecto, sentei-me à mesa e esperei que os outros se sentassem também.
Eles chegaram muito divertidos, também eu estaria se a Ângela tivesse quase os 18 anos, mas paciência, já tinha decidido: ia ficar com ela. E essa escolha deixava-me feliz pois, como sempre o meu avô me dizia: "Love is not measured by years, is not related to the chronology ... can be born in one day" - Essa é que era essa!
          -Humm, cheira bem! -Disse Kellan enquanto puxava a cadeira a Sara para que se sentasse...
          - Principalmente a minha! – Provoco-o a Sara puxando a sua lasanha vegetariana e servindo-se
          - Nem sonhes babe!! Esta siiim! – Discordou Kellan pegando na única lasanha de carne e servindo-se, deixando-me a mim e à Ângela menos de metade para comermos.
          - Eu divido contigo amor. – Disse à Ângela fazendo sinal para que se sentasse numa das minhas pernas.
          -Hey atenção às poucas vergonhas à mesa! – Alertou-nos Kellan (o moralista!)
          -Sim chefe! -Respondi batendo continência.
A Ângela sentou-se no meu colo e começámos então a comer.
 
P.V. Sara
 
          -"Quando é que o Kellan me vai mandar para o seu colo como o Rob e a Ângela? Fogo..." -Pensava ciumenta...
Senti um toque debaixo da mesa...
Enchi mais a boca. O pé do Kellan fazia movimentos nas minhas pernas e eu olhava-o de lado...
O pé de Kellan subiu mais e eu engasguei com a lasanha..
          - Cof Cof!! - Tossi engasgada.
O Kellan levantou-se e bateu-me nas costas.
          -"Are you okay babe?!" (Estás bem babe?!) - Perguntou-me preocupado
          -“Nooo!!” (Nãooo!!) -Disse tentando controlar a respiração
          -“Drink some coke...” (Bebe um pouco de Coca-Cola) -Ordenou-me passando-me o copo para a mão
Fiz o que ele mandou e pousei o copo, seguidamente recebi um beijo do kellan que me sussurrou no ouvido :
          -“Weaker!!!” (Fraquinha!!!)
          -"Shut up Stupid" (Cala-te estúpido) - Disse envergonhada. - "I'll prove you otherwise soon!" (Vou provar-te o contrário logo!) - Avisei-o.
          -"I want see it tonight!" (Quero ver isso à noite!) - Disse-me devorando o resto da lasanha.
Continuei a olhar para a comida enquanto reflectia sobre a noite "atribulada" que iria ter.
Robert e Ângela brincavam com a comida entre eles e eu invejava-os pelo canto do olho...
Mas logo Kellan voltou ao "ataque" colocando uma mão na minha perna.
          -"What you want for fruit babe?" (O que é que tu queres para fruta babe?) - Sussurrou-me ao ouvido num tom atrevido
          -“Anything...” (Qualquer coisa...) -Respondi tentando não ligar à sua indirecta.       
          -“Can be a banana?” (Pode ser uma banana?) -Perguntou dando ênfase à palavra BANANA.
          -“YES, please!” (SIM, Se faz favor) -Pedi sorrindo perversamente para ele...
          -"Se o faz feliz... porque não?"
O Rob e a Ângela pararam de fazer o que estavam a fazer e fitaram-nos.
          -"They take a lot to eat!? I want to go have fun!" (Vão demorar muito a comer!? Quero-me ir divertir!) - Reclamou o Robert.
          -Relax man- Respondeu-lhe Kellan atirando-me com a banana, a qual eu deixei cair graças às minhas mãos de manteiga...
          -"Please, tonight, don't drop the banana again Sarocas!" (Por favor, logo à noite, não deixes cair a banana de novo Sarocas!) - Disse gozando-me e devolvendo-me a banana.
          -Woooo!!!! -Gozou Robert (tal e qual os putos da primária) ...
A Ângela juntou-se à festa e estavam os dois agora a gozarem-nos fortemente!
          -“Let them babe, eat you banana!” (Deixa-os babe, come  a banana!) -Disse Kellan enquanto os fulminava com o olhar...
Agarrei então a banana firmemente e comecei a descascá-la levando-a à boca.
Dei uma trinca.
O Kellan olhava-me com interesse. Sentia-me incomodada a comer a banana. O Robert e a Ângela continuavam a rir à gargalhada com piadas privadas...
Nisto senti a minha mão esquerda livre ser puxada por baixo da mesa e a ser pousada no colo do Kellan... Calma! Em algo duro do Kellan!!
 
P.V. Robert [Especial & Traduzido]
 
          - O que é que se está a passar aí debaixo da mesa meninos?! - Perguntei cansado de tanto rir.
          -Nada, óh anormal! -Respondeu-me a Sara bastante constrangida
          - De certeza?! - Repeti de novo espreitando debaixo da mesa.
Assim que levantei a cabeça levei com a casca da banana no cabelo...
          -Saaaaaraaa?!!!? -Gritei furioso.
          -Hey! Não me culpes! Foi este menino aqui ao lado... -Disse ela apontando para o Kellan.
          -Kellannnnnnnnnnn!!!! - Berrei de novo.
          - Meu já era hora de lavares esse cabelo... olha pede à Ângela que te esfregue! - Zumbou-me.
Peguei na casca e atirei-a ao Kellan, acertando-lhe também no cabelo...
          -Parece que já não sou o único! - Afirmei rindo.
Quem não estava a achar graça eram as (nossas) meninas
         - Vão lavar o cabelo enquanto nós tratamos da loiça. – Sugeriu a Ângela.
- Por acaso é uma boa ideia honey, não se importam? – Perguntei.
          - Pff és bem gay! Eu não vou lavar o cabelo contigo! – Cortou-se logo o Kellan.
          - Gay!? Pelo menos aqui o “gay” já estreou a tua própria cama! – Provoquei-o.
          - Hey, não o provoques Rob. - Aconselhou-me a Ângela.
          - Okay Okay amor. – E dito isto deixei-lhe um beijo nos lábios e fui com o Kellan para a casa de banho lavar o cabelo.
 
P.V. Sara
 
          -Aqueles dois são demais... - Comentei com a Ângela enquanto arrumávamos a cozinha.
Conseguia imaginar aquela cena no futuro: os dois casais a fazer um jantar entre amigos.
          -"Humm podia-me habituar a isto..." - Pensava.
A Ângela respondera-me qualquer coisa à qual não prestei atenção.
          - Amor, vai ser hoje... à noite... Acho... - Confessei-lhe timidamente.
          - Quê!? Como sabes!? Estás preparada!? - Perguntou-me, ou melhor bombardeou-me de perguntas.
          - Huum... Sim estou, claro! O meu problema é que tenho a sensação que o Kellan me está a dar tanga para me levar para a cama! - Expliquei desanimada enquanto lavava os copos...
          - Outra vez essa conversa menina Sara?! Olha eu também pensava que o Rob ia fazer isso, mas não, muito pelo contrário, até ficámos muito mais unidos - Contou-me.
          - Pois acredito bé mas... Nao sei! Além disso tenho medo do que o Kellan possa pensar do facto de eu ser virgem... - Argumentei.
          -Relaxa cunhadinha... - Disse Ângela arrumando a loiça nos armários.
Entretanto entram na cozinha Kellan e Robert de cabelo molhado...
          -Let's play ? (Vamos jogar?) -Perguntou Kellan agarrando-me por trás e beijando-me o pescoço...
          -Hey, your hair it's wet... (Hey, o teu cabelo está molhado...) -Queixei-me quando o seu cabelo tocou na minha bochecha.
       -Ok, I'm ready! (Ok, já estou pronta!) -Disse Ângela poisando o pano da loiça. Logo Rob se abraçou a ela...
          -So, baby bring the game... (Entao, bebé traz o jogo...) -Pedi a Kellan
Dirigimo-nos todos para a parte dos sofás e desviámos a mesinha de centro...
Kellan esticou o twister no chão...
          -Let's start! I'm the first... (Vamo começar! Eu sou o primeiro...) -Disse tal e qual uma criança da primária...
Rodou a seta: Mão esquerda, cor verde
          -"Again men!!" (De novo homem!!) – Incentivou-o o Robert.
A seta rodou outra vez : Mão direita cor vermelha...
Levantou-se e colocou a respectiva mão na respectiva cor...
          -“Now it's me!” (Agora sou eu!) - Afirmei pegando e rodando a seta... pé esquerdo, cor azul... e mão esquerda cor amarela...
Para provocar o Kellan pus a perna na cor entre as suas mãos e a minha mão de modo a que ficasse de frente para ele. Resumindo, o meu peito ficava mesmo na cara do Kellan...
Os risinhos eram imensos e eu sentia-me.. Bem, eu sentia-me quente.
 
P.V. Ângela
 
A Sara e o Kellan continuavam ali entrelaçados e eu e o Robert riamos, riamos e riamos mais um pouco. A cara de maravilhado do Kellan contra o peito da Sara... Ui!
          -“Do you mind stop laughing and play please?” (Importam-se de parar de rir e jogar por favor?) -Pediu Sara irritada...
          -Okay! – Afirmei tentando-me controlar e girando a seta.
Pé esquerdo cor verde, mão esquerda cor verde também...
          -"Óh booa..." - Murmurei para mim.
Preparava-me para me colocar em cima do tapete quando o Robert me agarrou.
          -" No... It's boring!" (Não... é aborrecido!) - Queixou-se.
Por acaso concordava com ele, aquilo era uma seca...
          -Shut up! No it's not ! - (Cala-te! não é nada) -Reclamou Kellan satisfeito da vida...
          -"So we'll go outside ... Continue ..." (Então nós vamos até lá fora... Continuem...) - Disse-lhes o Rob com um sorrisinho na cara, puxando para o exterior.
-"Whatever..." - Respondeu Kellan indiferente...
 
P.V. Kellan [Especial & Traduzido]
 
E ali ficamos: Eu e a minha babe.
          -Sendo assim não vamos jogar sozinhos pois não? -Perguntou-me ainda em posição no twister...
          -Podemos jogar a outra coisa -Disse deitando-me em cima dela
          - Huum... ai sim?! - Perguntou-me atrevida.
Sem perder mais tempo tirei a minha t-shirt e beijei-lhe o pescoço lentamente... Sim, leram bem, lentamente... Não era algo que parecia meu mas queria desfrutar de cada pedacinho do seu corpo.
Eu sentia-a debaixo de mim ofegante... aquilo sabia-lhe bem... eu testemunhava-o.
Pensei em tirar-lhe a camisola, mas lembrei-me que o Rob poderia aparecer por lá...
Ficamo-nos só pelos beijos e carícias... (Infelizmente!!!)
Se continuasse assim muito mais tempo não ia aguentar... Qual era o problema dela em entregar-se a mim ?! Será que ela não confiava em mim?! Talvez não estivesse a mostrar o quanto eu a amava devidamente...
Coloquei as minhas mãos dentro da sua camisola... Ela arrepiou-se ao sentir o contacto da minha com a sua pele. Sorri. Como é possível que ela seja tão calorosa?!
          -Estás quente! -Disse-lhe enquanto passeava as minhas mãos pelas suas costas.
         -Jura?! -Ironizou baixinho
-Eu sempre soube que eras fraquinha! – Provoquei.
-Queres ver quem fica mais quente é? -Desafiou-me.
-Assim já me agrada mais!! -Aceitei mordiscando-lhe os lábios.
A Sara afastou-me para trás e ficou ela em cima de mim, fez-me um olhar sensual e passou a língua pelos meus lábios.
          - "Concentra Kellan, concentra" -Repetia para mim mesmo, tentando não mostrar o meu ponto fraco.
Agarrei-a possessivamente na cintura… Ela continuava-me a lamber com gosto e eu já sentia o meu "amiguinho" duro.
          -"OMG Kellan! Merda!!" - Pensei para mim.
          -Vamos para o quarto? -Sussurrou no meu ouvido mordendo-me a orelha em seguida.
Peguei-a ao colo rapidamente e só a larguei na cama, trancando a porta
do quarto.
 
P.V. Robert [Especial & Traduzido]
 
O luar estava lindo, e o ambiente quente (ou seriamos nós quem estávamos quentes?!) independentemente disso eu suava… Os preservativos do Kellan prometiam dar um jeitão!
A Ângela tirou-me a camisola, atrevida. Eu tirei também a dela e acariciei os seus formosos e simétricos seios.
Ainda insatisfeita, tirou-me as calças. Fiquei feliz com o seu súbito interesse… Significava que tinha gostado da manhã que tivéramos juntos… Ela olhou para mim mesmo à “safadona” (OMG como eu gostava daquilo) e colocou a mão no meu rabiosque mesmo por cima dos boxers. Puxei mais para junto de mim fazendo-a sentir o calor que eu emanava e beijando-a impiedosamente. Dei meia volta colocando-a em cima de mim para que a areia não a magoasse, despi-lhe as calças cheio de desejo e fui colocando as minhas mãos dentro das suas cuecas (que sinceramente não me lembro de como eram). Senti-a estremecer e parei.
          - Queres que pare? – Perguntei-lhe.

         - Claro que não! – Respondeu-me como que indignada por ter parado.
Envolveu o meu corpo com as suas mãos e beijou-me enquanto que eu continuei com as carícias por baixo das suas cuequinhas
.

- About Us


- Ver Perfil

- Adicionar como Amigo

. 11 seguidores

- Find

- Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

- Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

- Posts Recentes

- Surpresa!

- Capitulo 39 – (P.V. Sara ...

- Capitulo 38 – [P.V. Ângel...

- Capitulo 37 - (P.V. Kella...

- Capitulo 36 – (P.V. Kella...

- Capitulo 35 - (P.V. Kella...

- Capitulo 34 – (P.V. Kella...

- Capitulo 33 - (P.V. Rober...

- Capitulo 32 – P.V. Kellan...

- Capitulo 31 - (P.V. Sara ...

- Arquivos

- Abril 2010

- Março 2010

- Fevereiro 2010

- Janeiro 2010

- Dezembro 2009